Bernardo: teles cobram caro de poucos

Cartola: 
Olho: 

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que as empresas preferem cobrar caro e atender pouca gente do que ampliar o acesso no país.

“Como as empresas se conformam em oferecer serviços que só atendem a cerca de 20% da população? Não acho razoável. Isso se deve à renitente opção das empresas de oferecer serviços caros e atender pouca gente”, disse Paulo Bernardo.

Primeiro morde