A partir de outubro, os contribuintes do fisco do Ceará - pessoas físicas ou jurídicas - poderão pagar ou recolher os tributos estaduais, como IPVA, ITCD e ICMS por meio de cartão de crédito.

O anúncio foi feito pela Secretaria da Fazenda do Ceará nesta sexta-feira, 30.

Para pagar os tribustos, será necessário ter cartão com a bandeira da operadora correspondente de um dos cinco bancos credenciados pela Sefaz-CE: Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste.

“A medida irá ensejar um prazo maior para o pagamento dos tributos, diminuir a inadimplência e ampliar a arrecadação”, afirma o secretário da Fazenda, Mauro Benevides Filho.

Conforme o secretário, não haverá qualquer custo adicional para o contribuinte na operação.

Ele explica que, ao contrário do que ocorre nas vendas com cartão de crédito no comércio, quando a operadora do cartão cobra percentual do estabelecimento, representando custo para o empresário e o mesmo só recebe o repasse do dinheiro 30 dias após a venda, no caso do pagamento de impostos com cartão a transação terá custo zero para o estado.

Assim, o repasse será imediato da operadora para o erário estadual.

No Ceará, também é possível fazer pagamento online dos impostos, pelo site abaixo.

Em alta

Uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) indica que, só no primeiro trimestre de 2011, o número de cartões de crédito em uso no Brasil teve alta de 23%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

No trimestre, o setor de cartões de crédito e serviços no país fechou com faturamento de R$ 145,2 bilhões, sendo R$ 83,7 bilhões só na área de cartões. 

Conforme a Abecs, um fator que contribuiu para a evolução foi o aumento dos gastos de brasileiros no exterior, que utilizaram em grande parte esse meio de pagamento.