O bairro da Lapa, no Rio, está sendo usado pela operadora TIM para o projeto-piloto Smart Town.

Já testado em cidades da Itália, o Smart Town é um conjunto de soluções interligadas da Telecom Italia que funciona por meio de um chip gerenciável acoplado a um poste da rede elétrica.

A partir deste elemento, são transmitidas, via rede elétrica, imagens e dados da área monitorada e, dependendo da ocorrência, poderá ser acionado um alarme.

No Rio, a degustação é feita pelo Centro de Operações da Prefeitura, de onde os testes são controlados remotamente.

“Pela rapidez de implementação, a solução pode ser usada em eventos esportivos que serão realizados nos próximos anos no país”, diz Leonardo Queiroz, diretor de Top Clients da TIM Brasil.

O sistema de vídeo vigilância consiste na instalação de câmeras (padrão TCP-IP) no poste e na utilização da capilaridade da rede elétrica para transmitir imagens e dados da área monitorada.

Desse modo, a experiência mostrará a possibilidade de controlar áreas não vigiadas presencialmente, podendo expandir o sistema de segurança da cidade, de forma inteligente, sem necessidade de esforços de infraestrutura.

Com o projeto-piloto, será possível testar o sistema de eficiência energética, que permite medir o consumo de energia, aumentar ou diminuir a intensidade da luz.

Um alarme de segurança também poderá ser acionado em caso de avarias na rede elétrica, tais como furto de cabos.

O projeto também fortalece iniciativas de inclusão digital, com a instalação de equipamentos Wi-Fi nos pontos de eletricidade para acesso gratuito sem fio à internet em locais de convivência, com alcance de 100 metros quadrados em torno do poste.

Não foram revelados os custos do projeto.