Fernando Dias, CEO da Pure Bros

A Pure Bros, integradora de serviços de mobile marketing com sede em Porto Alegre, escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e subsidiárias em Roma e Cidade do México, fechou o primeiro trimestre deste ano com aumento de rentabilidade de 130% sobre o mesmo período de 2010.

Especializada em SMS, a companhia gaúcha fechou o último ano com volume de mais de 605,3 milhões de mensagens trafegadas, além de mais de 300 integrações realizadas, totalizando 50 milhões de transações por dia para uma carteira de clientes que inclui dez operadoras de Telecom em três países.
 
"Somos a maior integradora do país no mercado mobile, maior parte do volume total passa por nós. Somos a líder em interatividade e entretenimento via SMS, fornecemos suporte para investidores internacionais que queiram apostar no Brasil e para investidores nacionais que queiram ingressar na Itália e México", conta o CEO da empresa, Fernando Dias.
 
Conforme o executivo, os investidores estiveram no foco da integradora desde o começo da operação, há cinco anos.
 
"Nosso crescimento, especialmente no começo do ano, que é um período conturbado, se baseia no plano de negócios estruturado desde o início: em 2006, quando investidores internacionais de conteúdo móvel chegaram até as operadoras com grande demanda, veio a oportunidade de prestarmos esse serviço especializado de conectar as plataformas dos provedores aos sistemas das teles", detalha o CEO.
 
O carro-chefe do portfólio da Pure Bros é o Pure Content, ferramenta de gestão de conteúdo interativo que permite ao próprio cliente/parceiro a gestão direta dos canais de conteúdo em interatividade via SMS.
 
A solução dá autonomia para que o cliente dispare mensagens quando desejar, com o conteúdo que quiser, além de monitorar resultados e relatórios, tudo em tempo real e integrado com a plataforma web.
 
Além disso, a integradora gaúcha também oferece serviços SVA, atuando desde a criação até o gerenciamento de canais de conteúdo, votações, quiz, promoções com PIN code, ringtones, wallpapers e concursos.
 
Mercadão
Aposta certeira em um mercado que parece só tender ao crescimento: conforme dados do Gartner, só em publicidade o setor de mobilidade deverá ter investimentos globais mais que dobrados, este ano, em relação a 2010.
 
Ou seja: até dezembro, a consultoria espera para o segmento uma receita de nada menos que US$ 3,3 bilhões, ou 106% a mais do que no ano passado.
 
Já até 2015, a projeção é que este número se amplie seis vezes, chegando a US$ 20,6 bilhões.
 
Diante desta perspectiva, o Gartner estima que a fatia do orçamento de publicidade destinada a campanhas mobile deverá aumentar dos 0,5% de 2010 para cerca de 4% em 2015.
 
Um cenário que a Pure Bros vive de perto: há pouco, a marca de bebidas Smirnoff Ice decidiu ampliar os horizontes de suas campanhas promocionais para o mundo mobile, e para tanto, contratou a companhia porto-alegrense, que desenvolveu a ação com base em pincode (envio de SMS com códigos alfanuméricos em embalagens de produtos físicos), além de cadastro no site da marca.
 
Lançar e adequar
Para manter a expansão, a empresa - que em 2011 foi levou o Prêmio Tele Viva Móvel de melhor integrador, pelo segundo ano consecutivo - aposta em lançamentos, como o da recém anunciada nova versão do Pure Content; mas também em conformidade.
 
Há pouco, a empresa se adequou às novas exigências da Anatel para a área de SMS, as quais exigem que os serviços extra para usuários de telefonia móvel devem ter duplo opt-in e geração de protocolo obrigatório nas contratações.
 
Traduzindo: para contratar um serviço divulgado pelas operadoras via SMS, o usuário deve confirmar seu desejo duas vezes e, após a contratação, receber um protocolo
único que facilite um eventual cancelamento.
 
Com isso, a plataforma de soluções e serviços da companhia gaúcha já está adaptada às novas diretrizes para todos os canais de venda (SMS, web e WAP), abrangendo os serviços de canal de texto, assinaturas, interatividades e venda avulsa.
 
Alianças fortes
Além disso, segundo Dias, conta pontos a favor da integradora a participação junto a instituições do setor mobile, como o MEF (Mobile Entertainment Forum) e o MobileMonday São Paulo.
 
"Esse tipo de aliança favorece em diversos aspectos, principalmente na auto-regulamentação do mercado", explica o CEO.