Gefco: R$ 1,4 mi em TI no Brasil

27/04/2011 12:13

A Gefco Logística do Brasil investiu R$1,4 milhão em TI entre 2010 e o que vai de 2011.

A empresa, subsidiária do grupo PSA Peugeot Citroën, destinou o aporte a projetos como a implantação de um WMS, desenvolvido internamente, e de um sistema de radiofrequência para uso em pátios de veículos – diferencial do projeto, segundo Alexandro Strack, diretor de TI da Gefco, já que o mais comum para este tipo de solução é o suo em armazéns e estruturas do gênero.

Tamanho da fonte: -A+A

A Gefco Logística do Brasil investiu R$1,4 milhão em TI entre 2010 e o que vai de 2011.

A empresa, subsidiária do grupo PSA Peugeot Citroën, destinou o aporte a projetos como a implantação de um WMS, desenvolvido internamente, e de um sistema de radiofrequência para uso em pátios de veículos – diferencial do projeto, segundo Alexandro Strack, diretor de TI da Gefco, já que o mais comum para este tipo de solução é o suo em armazéns e estruturas do gênero.

"Neste caso, fomos inovadores na gestão de estoques de veículos, especialmente na cobertura de grandes áreas", conta Strack.
Um dos pátios controlados pelo novo sistema de RFID fica em Porto Real-RJ e tem mais de 500 mil metros quadrados, movimentando, diariamente, cerca de dois mil veículos.

A implementação ocorreu em 2010 e, conforme Strack, já mostra os resultados.

"Conseguimos um ganho de 47% no tempo de realização do inventário de veículos, expedições 25% mais rápidas e tempo em trânsito dos veículos em pátio de 95% a 99%, comparados aos 80% anteriores", ressalta o diretor de TI.

Além disso, outro ganho veio em confiabilidade, de acordo com Strack, já que a leitura de dados por radiofrequência elimina a necessidade de digitação, minimizando erros.

"Também ganhamos tempo entre emissão de nota fiscal e saída física do veículo na expedição", complementa o diretor.

Hoje, conforme Strack, a Gefco obtém informações em tempo real, possibilitando mapear e movimentar instantaneamente os veículos e acelerar as tomadas de decisão. As concessionárias, ao final do processo, já recebem  a informação da expedição dos seus carros, via web, com a data prevista para entrega.

"Isso otimiza o poder de relacionamento com o consumidor”, explica o gestor de TI.

Para este ano, a Gefco Brasil projeta iniciar a implementação gradual do sistema de WMS para gestão de mercadorias, já integrado a seu TMS e ERP.

O WMS, também desenvolvido com tecnologia da própria companhia, já controla mais de 120 mil metros quadrados nas operações do grupo na Argentina, permitindo, ainda, o registro das operações via equipamentos móveis, por meio de conectividade Wi-Fi ou 3G.

“Assim, as movimentações de estoque e os registros das informações são feitos simultaneamente à execução da atividade. Com isso, o fluxo dos processos ocorre paralelamente e diminui o tempo de entrega final para o cliente”, diz Strack.

Além disso, em operações complexas de abastecimento de linhas de fabricação, o WMS possibilita gerenciar o armazenamento, recebendo pedidos que façam parte de um fluxo síncrono de uma linha de montagem por meio de EDI (Eletronic Data Interchange), por diferentes tipos de protocolos (X25 e TCP/IP).

“Com as integrações, aperfeiçoamos os processos operacionais e trouxemos mais segurança administrativa e fiscal para nossos clientes”, conclui o diretor de TI.

A Gefco atua na área de logística, com expertise em seis áreas : logística tradicional, gefboxsystem, maritima, terrestre, distribuição de veiculos e representação aduaneira.

Além da sede francesa, a companhia tem presença em 150 países, estando classificada entre os dez maiores grupos de logística da Europa, segundo dados próprios, com faturamento de € 3,4 bilhões em 2010.

Ao todo, o grupo possui 400 unidades de negócio no mundo, contando com uma força de trabalho de 9,4 mil colaboradores distribuídos pela Ásia, Europa, Oriente Médio e América do Sul.

Veja também

Digital SK: e-learning para Renault e Citröen

A Digital SK, empresa franco-brasileira especializada em soluções de e-learning para projetos de educação corporativa e acadêmica,  acaba de conquistar dois clientes do segmento automotivo: Renault e Citröen.
 

NL abre loja para degustação de RFID

A NL Informática, empresa de softwares de gestão de negócios com sede em Caxias do Sul, acaba de abrir uma loja modelo de tecnologia RFID.

O espaço, localizado na matriz da companhia, faz parte da aposta da NL de focar as soluções de identificação por radiofrequência, especialmente com foco no varejo, para incrementar a estratégia de crescer 45% em 2011.

A empresa gaúcha investe em RFID com aporte de R$ 500 mil recebido da Finep no ano passado.

NL: Centro-Oeste e RFID para crescer 45%

A NL Informática, de Caxias do Sul, está em busca de parceiros no Centro Oeste.

A empresa, que cresceu 30% em 2010 e este ano projeta aumentar o faturamento em 45%, não atuava com canais até o final do ano passado, quando iniciou a estratégia de alianças, que hoje resulta em parcerias comerciais, técnicas e de implantação no Sul.

Brasil tem 1o laboratório de teste de RFID

Campinas é sede do primeiro laboratório brasileiro preparado para realizar testes em grande escala de soluções de RFID.

O centro, inaugurado pelo ministro de Ciências e Tecnologia (MCT), Aloizio Mercadante; tem investimento de R$ 9 milhões e é a única instalação do país equipada com câmera semianecóica, que permite simulações do uso da tecnologia de RFID em ambiente limpo para evitar inteferência do sinal das antenas.

Zebra RXi4 poupa 10% em etiquetagem RFID

A Zebra Technologies, especializada em impressões especiais e soluções de identificação automática, lança a RXi4, impressora/codificadora RFID de alto desempenho. O equipamento tem velocidade de impressão de até 10 polegadas por segundo e custa a partir de US$ 4.495.

O produto permite a impressão de etiquetas e gravação de tags ao mesmo tempo, sendo a velocidade de impressão contada a partir da primeira etiqueta impressa após o comando.

NEC: RFID para Albert Einstein

O Hospital Israelita Albert Einstein acaba de se tornar o primeiro da América do Sul a contar com uma solução de RFID para localização de equipamentos médicos e monitoramento e gerenciamento da temperatura de geladeiras, o que desonera os profissionais da área e amplia a capacidade de controle sobre a utilização dos recursos

N&L: R$ 500 mil em automação via RFID

A N&L Informática, de Caxias do Sul, prepara o case piloto de suas novas aplicações de gestão comercial para RFID. As novidades, desenvolvidas sobre o ERP da companhia, são resultado de um aporte de R$ 500 mil concedido a fundo perdido pela Finep.

Coss põe as fichas no RFID
Apontada constantemente como uma das “tecnologias do futuro”, a identificação por radiofrequência (RFID, na sigla em inglês) está no ponto certo para começar a ser massificada no Brasil.

Pelo menos é o que acredita Luis Collela Ferro, diretor da Coss Consulting, empresa sediada em São Carlos-SP e uma das referências no assunto no país.

O executivo esteve em Porto Alegre a convite do ITS, companhia de Porto Alegre que representará suas soluções no mercado local.
Alemanha terá identidade com RFID
A Alemanha vai utilizar chips RFID na emissão de carteiras de identidade, a partir de novembro deste ano. 

O documento terá forma e tamanho de cartão de crédito e poderá ter aplicações para compras online e telefonia.

Segundo informações da Info Online, os dados contidos na carteira poderão ser lidos via wireless. Toda a informação, no entanto, será criptografada e utilizará protocolos seguros.

ABnote: RFID em massa
A American Banknote, especializada no fornecimento de soluções envolvendo cartões plásticos, sistemas de identificação e gestão de serviços gráficos nos mercados onde atua, anuncia nesta quarta-feira, 28, o início da produção em massa de etiquetas RFID no Brasil.

A linha de produção implantada tem capacidade inicial mensal estimada em dois milhões de etiquetas, podendo ser duplicada em dois meses ou quadruplicada em quatro meses.
Mundial Logística adota WMS da Store

A Mundial Logística, especializada no gerenciamento de processos logísticos de material promocional, acaba de finalizar um projeto piloto de adoção de um sistema de WMS da Store Automação.

Millennium integra ERP a WMS da Via Express

A Millennium Network, especializada em soluções para indústria e varejo dos setores de moda e vestuário, anuncia a integração do ERP Millennium Business com a solução WMS (Warehouse Management System) da Via Express, focada em sistemas para logística e projetos na área de armazenagem e distribuição.

Dalçoquio: governança e WMS com Benner

A Dalçoquio, empresa de transporte, distribuição e armazenamento, adquiriu soluções de automação de processos de negócios da Benner para as áreas jurídica (governança corporativa) e de logística (gestão e controle de armazéns com WMS).

Não é de hoje que a transportadora é cliente da Benner: em 2006, as empresas fecharam o primeiro contrato, voltado à implantação de um ERP que incluía módulo de gerenciamento de frotas.