A operadora Vivo planeja investir R$ 3,4 bilhões em 2011, 40% a mais que o aplicado em 2010.

Segundo o jornal Valor Econômico, a maior parte do recurso deverá ser destinado à ampliação da rede e tecnologia da informação. Faz parte do montante os R$ 780 milhões dados por 23 lotes de frequências.

Lojas de varejo da empresa também receberão investimentos.

Um dos maiores projetos da empresa é expandir a cobertura 3G.

Anunciado em junho de 2010, o plano Vivo Internet Brasil prevê a ampliação da rede de 600 para 2,832 mil municípios até o final do 2011, quando, segundo a companhia, 85% da população brasileira terá acesso à rede 3G.

No final de 2010, a empresa já tinha ampliado a rede para 1,206 mil cidades. Em um período de seis meses, a Vivo alcançou em média três municípios por dia.

Ainda no terceiro trimestre de 2011, a Anatel deverá homologar o resultado do leilão, quando a Vivo assinará os termos do contrato. Ele ainda disse que empresa espera iniciar ainda este ano o uso da frequência de 1.800 MHz.

A Vivo informou lucro R$ 1,894 bilhões em 2010, valor 116% superior ao alcançado em 2009.