As vendas de smartphones aumentaram 96% no terceiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Segundo dados da consultoria Gartner, os celulares inteligentes foram responsáveis por 19,3% das vendas gerais de celulares, no período. As vendas mundiais de celulares para usuários finais totalizaram 417 milhões de unidades.

“Este é o terceiro aumento consecutivo de dois dígitos nas vendas em termos anuais e indica que a demanda dos consumidores está saudável,” disse Carolina Milanesi, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

Carolina destaca que Apple e Android impulsionaram as vendas recordes de smartphones, com a parcela do iPhone ultrapassou a Research In Motion (RIM) na América do Norte, ficando em terceiro lugar, atrás do Android.

Entre os fabricantes, a Nokia tem 28,2% de participação, seguida por Samsung (17,2%), LG (6,6%), Apple (3,2%), Research In Motion (2,9%), Sony Ericsson (2,5%), Motorola (2,1%) e HTC (1,6%).

“No terceiro trimestre, os fabricantes continuaram a expandir seu domínio para fora da China, em mercados como Índia, Rússia, África e América Latina. Acreditamos que esse fenômeno não terá vida curta, pois ainda vemos uma necessidade contínua de dispositivos que não sejam 3G”,  afirma Carolina.

Para 2010, o Gartner prevê que as vendas de dispositivos em geral deverão apresentar um crescimento acima de 30% em termos anuais, fomentadas pelos fabricantes de “white-boxes”.

Impacto dos tablets
O impacto dos media tablets sobre as vendas de dispositivos móveis será testado em 2011. O Gartner prevê também que os media tablets, como o iPad da Apple, chegarão a 54,8 milhões de unidades em 2011.

“A dramática expansão do iOS da Apple com o iPad e o sucesso contínuo do iPod Touch são importantes conquistas de vendas por si mesmos. Mas, mais importante, eles contribuem para a força do ecossistema da Apple e do iPhone de tal forma que as empresas que fabricam apenas smartphones não podem competir,” afirma Carolina.

Para um desenvolvedor, diz a executiva, o iPod Touch e o iPhone (e em menor escala o iPad) são efetivamente o mesmo dispositivo e uma oportunidade de mercado única.

Embora o Android esteja cada vez mais disponível nos media tablets e nos media players, como o Galaxy Player, ele fica muito atrás da presença multi-dispositivo do iOS, na avaliação da consultiria.

A Apple informa que está ativando cerca de 275 mil dispositivos com iOS por dia em média; um mercado atraente para qualquer desenvolvedor. “Por sua vez, as aplicações dos desenvolvedores atraem usuários”, conclui a analista.