Tamanho da fonte: -A+A

Apesar de ter informado um resultado melhor do que o esperado no terceiro trimestre, a finlandesa Nokia anunciou o corte de até 1,8 mil empregos globalmente.

O lucro do terceiro trimestre da companhia caiu para € 0,14 por ação, ante o € 0,18 de um ano antes. Segundo previsão anterior de analistas, a queda poderia chegar a € 0,08, não ficando acima de € 0,12 por papel, informa a Reuters.

Segundo nota divulgada pela Nokia, o resultado foi impulsionado pela forte demanda por celulares mais baratos.

Em comunicado aos empregados, a empresa informou que tem planos para acelerar o processo de transformação da companhia e aumentar a eficiência. Faz parte do plano simplificar as operações na criação de produtos com as unidades responsáveis pelo Symbian e pela Nokia Services.

Algumas funções corporativas também serão afetadas pelo corte de 1,8 mil empregados.