http://www.flickr.com/photos/kaushal/2741563946/

Tamanho da fonte: -A+A

A TIM está lançando um novo pacote corporativo, o Liberty Web Smart, que oferece internet ilimitada para utilização em smartphones por um preço fixo.

Voltado para pequenos e médios empresários, o serviço não tem cobrança de tarifa por uso excedente. Junto com o novo plano, a operadora reduziu os preços de seus aparelhos.

Por R$ 96, é possível adquirir, por exemplo, o Nokia X2-01, modelo com teclado QWERTY, tecnologia GPRS e EDGE (2G) e memória expansível para 16 GB via cartão de memória.

O cliente também pode parcelar este aparelho em 24 vezes sem juros, com mensais de R$ 4.

“Além de ter o plano mais econômico do mercado, também é necessário colocar nas mãos dos empresários equipamentos que facilitam a acesso à internet”, defende Dênis Ferreira, diretor comercial da área Business da TIM em São Paulo.

O Liberty Web Smart também vale para os demais celulares com acesso à internet da empresa.

Segundo a TIM, o serviço dispensa ativação de pacote ou contrato de fidelização: a tarifa única de R$ 29,90 será cobrada apenas nos meses em que o serviço for utilizado.

Outra opção de aparelho é o Nokia C2-01, com tecnologia 3G, acesso a redes sociais, câmera 3.2 megapixels, MP3 Player, rádio FM, bluetooth e cartão de 2GB. O modelo custava R$ 216 na TIM e, agora, sai por R$ 96. O valor ainda pode ser parcelado em 24 vezes sem juros.

Mercado promissor
Estudo da Monitor Acision de Valor Adicionado Móvel, divulgado em junho de 2011, revelou que o Brasil superou a marca de 100% de penetração de telefones móveis.

Os serviços de valor adicionado – VAS (sigla em inglês de value added services) cresceram 60% na contribuição de receitas das operadoras, e representam hoje 18% das vendas líquidas de serviços móveis.

A internet móvel representa 48% das receitas líquidas de VAS no Brasil, um caso particular na região, onde, à exceção do Chile e Colômbia, a maior contribuição de VAS provém dos serviços de mensagens SMS e MMS.

O volume de vendas líquidas de internet no primeiro trimestre foi de US$ 615 milhões, e coloca o Brasil como o responsável por 45% do negócio de internet móvel na América Latina.

Atualmente, a TIM é a terceira maior operadora do Brasil, com 25,34% do mercado. Claro, a segunda, está oito pontos percentuais à frente. A Vivo, líder, tem 29,48% de share, segundo dados da Anatel para maio.

Em receita bruta de dados, no entanto, a TIM é a segunda maior no Brasil, segundo a consultoria Teleco.