Android roda em 50% dos smartphones comprados em 2011 no Brasil

Tamanho da fonte: -A+A

Os brasileiros compraram 9 milhões de smartphones em 2011, segundo a consultoria IDC, ou 17 celulares inteligentes por minuto.

A consultoria não esclareceu se inclui o mercado cinza – venda informal de aparelhos ou trazidos do exterior – no levantamento.

O número de 2011 representa um aumento de 84% em relação ao ano de 2010, quando o país comercializou 4,8 milhões de smartphones, e lança base para a projeção de um novo recorde em 2012, quando se espera que 15,4 milhões de aparelhos sejam vendidos – ou 29 aparelhos por minuto.

Além disso, os aparelhos com Android passaram de 15%, em 2010, para 50% no ano passado.

“Em 2011, o Brasil passou de 16º no ranking mundial de smartphones para a 10ª posição. Em 2016 o país será o 4º colocado no ranking”, diz Bruno Freitas, analista de mercado da IDC Brasil.

De acordo a IDC, a ampliação de portfólio de celulares inteligentes por parte dos fabricantes, a oferta de pacote de dados e o subsídio para a compra de smartphones por parte das operadoras ajudaram no crescimento.

Além disso, a alta da participação do varejo na venda destes dispositivos e o próprio avanço da tecnologia também ajudaram a alavancar a comercialização.

“Mundialmente, o mercado de smartphones cresceu no ano passado 62% em relação a 2010. Só os dispositivos com Android passaram de 20% em 2010 para 50% em 2011” completa o analista da IDC Brasil.

Para os próximos anos, a IDC prevê que o mercado continuará com taxas de crescimento expressivas.

Os investimentos em 4G que devem ser realizados em 2012 e 2013 provavelmente contribuirão para o desenvolvimento deste mercado no Brasil, especialmente a partir de 2014, onde algumas capitais passarão a oferecer 4G e a troca de informações será muito mais rápida.