O presidente da Telefônica para América Latina, José María Alvárez Pallete, disse nesta quarta-feira, 19, que o grupo investirá US$ 5 bilhões no Brasil em telefonia fixa e móvel em 2010.

É uma alta de 47% sobre o valor investido no ano passado no país, um dos pilares de crescimento do grupo, segundo informações da Reuters.

A declaração de Pallete sinaliza uma mudança nos planos da operadora espanhola. Em fevereiro, informações da agência de notícias davam conta de um investimento de R$ 2,3 bilhões, apenas 4,5% acima do aplicado no ano passado.  

A multinacional controla no Brasil a Telesp, operadora fixa do estado de São Paulo e, em conjunto com a Portugal Telecom, a operadora celular Vivo.

A importância do país para os espanhóis pode ser sentida justamente na importância dada à Vivo: a Telefônica fez uma oferta de € 5,7 bilhões pela participação de 50% da PT na operadora de telefonia móvel.

A PT, que obtém quase metade da sua receita com a participação na Vivo, recusou o negócio, em meio a uma mobilização que envolveu até o primeiro ministro português.