Crédito: http://www.flickr.com/photos/4x4jeepchick/330761322/

A BrasilAgro, especializada em negócios de aquisição e desenvolvimento de propriedades agrícolas, acaba de adotar, para os BlackBerrys de todos os seus executivos, um aplicativo integrado ao SAP, desenvolvido com sobre o Navita Móbile, plataforma da Navita para criação de aplicações para o smartphone da RIM.

Com o novo aplicativo, os executivos podem acessar dados do ERP de onde quer que estejam, o que irá agilizar, segundo a companhia, procedimentos como autorizações de pedidos de compra e liberações de orçamento realizados pelos administradores das fazendas adquiridas e gerenciadas pela empresa.
 
A BrasilAgro usa o ERP SAP desde junho de 2009. Até agora, o acesso móvel ao sistema só era realizado via laptops, mas a solução da Navita amplia o uso da ferramenta e, com isso, aprovações de pedidos à distância, que antes demoravam até 24 horas para serem ratificadas, podem ser feitas em, no máximo, três horas.

“Trata-se de uma diferença de mais de 85%”, comemora Gustavo Lopez, diretor Administrativo da BrasilAgro.
 
Atualmente, 12 executivos da empresa, entre gerentes de fazendas, gerentes comerciais e diretores, utilizam BlackBerry e o aplicativo da Navita. O número de usuários tende a aumentar com a incorporação de novos executivos, na medida em que mais fazendas forem sendo administradas.
 
“O processo de desenvolvimento e implantação dos aplicativos BlackBerry na BrasilAgro foi concluído em apenas dois meses, entre novembro de 2009 e o começo deste ano”, destaca Lopez. “Para o projeto, a Navita firmou parceria com a Sonda Procwork, que realizou a integração da solução com o SAP”, complementa.

Segurança e controle
Além de permitir o acesso 24h por dia e de qualquer local ao ERP, a solução da Navita também evita que as informações sejam expostas na Internet.

Além disso, a plataforma de conectividade permite implementar funcionalidades de integração junto ao SAP, dando ao usuário capacidade de interação com as informações do sistema corporativo em tempo real.
 
A BrasilAgro captou R$ 552,62 milhões com a oferta pública de ações na BM&FBovespa em abril de 2006. Desde o inicio de suas operações, a empresa adquiriu uma superfície total de 174.840 hectares, divididos em nove fazendas localizadas nos estados da Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais e Piauí.

A diretoria e as áreas administrativas estão centralizadas em um escritório em São Paulo, onde 40 profissionais dão suporte às equipes nas fazendas.