As medições do tráfego de rede realizada pela Ericsson no mundo inteiro mostram que o volume de dados móveis globais praticamente triplicou no ano passado, crescendo 10 vezes mais rápido que os de voz.

De acordo com as estatísticas da Ericsson, no segundo trimestre de 2010, o tráfego de dados móveis medidos no mundo inteiro representava praticamente 225.000 terabytes por mês.

Atualmente, a banda larga móvel representa apenas 10% de todas as assinaturas móveis, mas já contabiliza uma fatia de tráfego que cresce rapidamente.

“O modelo de negócio para a banda larga móvel se mostra cada vez mais rentável e representa uma vantagem competitiva por proporcionar uma qualidade de serviço maior”, comenta Håkan Eriksson, CTO e Presidente da Ericsson no Vale do Silício.

A Ericsson é responsável pelo fornecimento da maioria das redes HSPA operando em velocidades de 14,4 Mbps ou mais e é o único fornecedor participando em todas as redes 4G/LTE de grande porte em construção no mundo.

Hoje, são mais de cinco bilhões de assinaturas móveis no mundo inteiro e a previsão é de 50 bilhões de dispositivos conectados até 2020.