Brasil tem 80 vezes mais banda larga em casa

10/05/2011 10:21

O número de casas com banda larga cresceu mais de 80 vezes nos últimos dez anos, no Brasil, somando 17,4 milhões no fim de 2010.

É o que informa uma pesquisa da Telebrasil, segundo a qual, no início da última década, 200 mil residências contavam com o serviço.

Hoje, em número de usuários, 58 milhões de brasileiros utilizam banda larga em casa, o que deixa o país na quinta posição mundial em utilização da internet.

Tamanho da fonte: -A+A

O número de casas com banda larga cresceu mais de 80 vezes nos últimos dez anos, no Brasil, somando 17,4 milhões no fim de 2010.

É o que informa uma pesquisa da Telebrasil, segundo a qual, no início da última década, 200 mil residências contavam com o serviço.

Hoje, em número de usuários, 58 milhões de brasileiros utilizam banda larga em casa, o que deixa o país na quinta posição mundial em utilização da internet.

O levantamento foi feito com base nos dados preliminares do Censo 2010 e, segundo a associação.

A título de comparação, a Telebrasil informa que, ainda conforme o recenseamento, nos últimos dez anos o número de domicílios brasileiros aumentou 28%, indo de 44,8 milhões em 2000 para 57,3 milhões em 2010.

Já a população brasileira aumentou de 169,6 milhões de pessoas para 190,8 milhões.

O crescimento do setor de telecomunicações, porém, foi grande não só em banda larga: a telefonia móvel aumentou 775% no período, adicionando 179,7 milhões de novos usuários.

Segundo divulgado pela entidade, em 2000 o celular era utilizado por 14% da população, com 23,2 milhões de aparelhos habilitados.

Já no fim de 2010, foram registrados 203 milhões de celulares no país - mais do que o total de habitantes.

A Telebrasil também compara o desempenho da banda larga com outros serviços de infraestrutura.

Por exemplo: enquanto a banda larga está em 17,2 milhões de novos domicílios, os serviços de rede de esgoto chegaram a 10,6 milhões de novas residências.

Em relação à coleta do lixo, foram 14,7 milhões de domicílios beneficiados. Em fornecimento de energia elétrica, o número cai para 14,2 milhões e, em abastecimento de água, para 12,6 milhões.

 

Veja também

Telebrasil critica Anatel sobre banda larga

A Anatel, que desde o ano passado vem acenando com a possibilidade de estabelecer metas de qualidade para banda larga fixa e móvel, fez uma reunião na quarta-feira, 11, com representantes do setor para debater como serão estabelecidos estes índices.

PNBL não cumprirá a meta para 2011

O presidente da Telebras, Rogério Santanna, admitiu nessa quarta-feira, 27, que o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) não cumprirá a meta para 2011.

A razão dos atrasos, segundo Santanna, são cortes orçamentários.

Elétricas querem ser operadoras até 2015

Até 2015, os consumidores poderão comandar equipamentos ligados na rede elétrica do celular.

Esse é o plano das companhias elétricas. Segundo matéria publicada nessa sexta-feira, 06, no jornal Folha de S. Paulo, as empresas estudam montar uma operação de telefonia celular que viabilizaria o controle remoto do quadro de energia pelo telefone.

Anatel aprova edital da frequência 3,5 GHz

A Agência Nacional de telecomunicações (Anatel) aprovou nessa quinta-feira, 05, a proposta do edital de licitação da faixa de frequência de 3,5 gigahertz (Ghz).

Segundo o conselheiro João Rezende, relator da matéria, essa é a primeira vez que um edital vai ter serviços convergentes: telefonia móvel, fixa e banda larga.

As empresas, porém, não terão a obrigação de ofertar os três serviços concomitantemente.

Brasil pontua mal em índice da Brasscom

O Brasil ganhou pontuação 6,75 (numa escala de 0 a 10) no Índice Brasscom de Convergência Digital (IBCD), crescimento de 15,4% frente ao número obtido no estudo anterior, em 2008 (5,85).

O parâmetro foi criado para avaliar o mercado brasileiro de TIC, coloca o Brasil com pontuação de 6,75 no ano passado.

Japoneses criam banda larga de 109 Tbps

Pesquisadores no Japão conseguiram chegar à velocidade de 109 Tbps (terabits por segundo) em testes com a banda larga no país.

Segundo o site IDG Now, o feito foi realizado no Instituto Nacional de Informação e Tecnologias de Comunicação, em Tóquio.

Celular puxa alta de 51,5% da banda larga

O número de acessos à banda larga fixa e móvel no Brasil teve um acréscimo de 51,5% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2010, impulsionado por um salto nas conexões móveis.

Os dados são de pesquisa da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil).

Preço da banda larga varia em 75% no BR

Dados de estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) mostram que os preços dos planos de banda larga para empresas no Brasil têm variação de 75%, dependendo do estado.

Além disso, diz a Firjan, a oferta ainda é precária.

O custo médio do acesso DSL no Brasil é de R$ 70,85, tendo São Paulo com custo de R$ 63,23 e o Rio a R$ 66,57.

Confaz discute redução de ICMS da banda larga

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) deverá discutir entre junho e julho a proposta de isenção do ICMS sobre a banda larga.

Segundo o coordenador do Confaz e secretário de Fazenda da Bahia, Carlos Martins a expectativa é que até o meio do ano seja possível elaborar um convênio para resolver a questão. Hoje existe o convênio 38, que isenta o ICMS para a banda larga, mas só três estados aderiram à iniciativa.

Bernardo prevê banda larga por menos de R$ 30

Banda larga por menos de R$ 30 é a intenção do ministro das Comunicações Paulo Bernardo.

O que viabilizaria a internet de baixo custo, a velocidades entre 300 e 500 Kbps, seria a negociação com os estados para isenção da cobrança de ICMS sobre os serviços.

Copel: energia na banda larga

A Copel anunciou na segunda-feira, 14, que vai entrar no mercado de banda extra larga na internet, com velocidade de transmissão de 100 Mbps, baseada em estrutura própria de 17 mil quilômetros de fibra ótica.

Com investimento de R$ 100 milhões, que será destinado à interligação de repartições públicas estaduais e redes empresariais à atual rede da companhia, o projeto começa ainda nesta terça-feira, 15, por Curitiba.

TIM quer fatia da banda larga massificada

A TIM também quer ter uma fatia da democratização da banda larga.

Nessa terça-feira, 08, o presidente da operadora – a terceira maior no Brasil – reuniu-se com o  ministro das Comunicações Paulo Bernardo e apresentou seu plano de inclusão digital, voltado à conexão em cidades com concentração da população de menor renda.

Detalhes práticos de um plano de ação da empresa não foram apresentados no encontro.

Brasil e Argentina: parceria em banda larga
Os governos do Brasil e da Argentina assinaram nesta segunda-feira, 31, em Buenos Aires, um plano de ação conjunta para cooperação bilateral.
 
O objetivo é massificar o acesso à internet em banda larga até 2015 nos dois países, por meio da melhoria na qualidade de conexão e ampliação da disponibilidade do serviço. 
 
Banda larga móvel: usuários devem somar 1 bi
Usuários de banda larga móvel devem superar 1 bilhão em 2011, poucos meses depois de terem atingido a marca dos 500 milhões, relata uma pesquisa divulgada pela Ericsson nesta terça-feira, 11.
 
A companhia divulgou que em 2008, usuários de Internet móvel somavam 200 milhões. Até 2015, a fabricante aposta em um crescimento para 3,8 bilhões, indicando uma aceleração no ritmo de expansão do setor.
Telebrás liberada para operar banda larga

A Anatel autorizou na quinta-feira, 20, a Telebrás, vinculada ao Ministério das Comunicações, a operar Internet banda larga até à última milha - ou seja, chegando ao consumidor final.