TIM e Prime: monitoramento em campo para SMB

04/04/2011 10:20

De olho no mercado de pequenas e médias empresas, a TIM firmou uma parceria com a Prime Systems para oferta de soluções de mobilidade.

Com o acordo, a TIM inicia a oferta de uma solução de automação e localização de força de campo, por meio de tecnologias LBS (serviços baseados em localização) e GPS, com cobrança realizada direto na fatura da operadora.

Tamanho da fonte: -A+A

De olho no mercado de pequenas e médias empresas, a TIM firmou uma parceria com a Prime Systems para oferta de soluções de mobilidade.

Com o acordo, a TIM inicia a oferta de uma solução de automação e localização de força de campo, por meio de tecnologias LBS (serviços baseados em localização) e GPS, com cobrança realizada direto na fatura da operadora.

As soluções permitem às PMEs monitorar, em tempo real, entregas ou serviços realizados, ou os que ainda estão por ser feitos, com obtenção também da localização geográfica de equipes de trabalho dispersas em campo.

O software também permite automatizar a inclusão ou cancelamento de ordens de serviço, fazer previsões de possíveis atrasos em trabalhos, além de oferecer recursos que possibilitam mensurar o rendimento e produtividade das equipes.

"Na prática, a aliança com a Prime nos permite oferecer um serviço de localização e automação, utilizando a própria rede de telefonia móvel, com redução de custos em relação às ofertas similares disponíveis no mercado", afirma Nicolo Bellorini, responsável nacional de Vendas Business da TIM.

O serviço, segundo ele, será fornecido em três modalidades: Bronze, Prata e Ouro.

A última, por exemplo, possibilita que a empresa customize o aplicativo, incluindo diversos recursos, como captura de fotos, leitura de códigos de barras, impressão remota, entre outros.

Este é o segundo acordo firmado pela TIM este ano para incrementar o portfólio de soluções da área Business.

Em março passado, a operadora firmou outra parceria, com a Brightstar, voltada ao segmento de serviços de voz e dados, também com foco no mercado de pequenas e médias empresas.

“Esse modelo de negócio será um importante diferencial para nosso portfólio da área Business, visto que identificamos uma grande demanda no mercado por serviços de localização e automação”, aponta Bellorini.

Veja também

TIM e Brightstar: parceria focada em PMEs

A TIM firmou um acordo com a Simm do Brasil, subsidiária da Brightstar Corp, especializada na distribuição de serviços e soluções de mobilidade, criando um novo canal de vendas de planos de voz e dados para o mercado corporativo.

O portfólio de ofertas inclui planos como o TIM Liberty Empresa e Empresa Mundi, que serão ofertados por cerca de 20 revendas da Brightstar em todo o país.

A expectativa é ampliar a parceria para 250 canais até o final deste ano.

TIM reclama de anúncio do pré-pago Claro

A TIM apresentou nessa quinta-feira, 31, um representação contra a Claro ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) por concorrência desleal em propaganda que envolve promoções em pacotes de voz e dados para celular pré-pago, informa nessa sexta-feira, 01, o jornal Folha de S. Paulo.

O problema é, segundo a TIM, uma propaganda veiculada desde o último fim de semana.

Ligações para o Japão da TIM subiram 11x

Desde que liberou as chamadas para o Japão, a operadora de telefonia móvel TIM registrou um aumento de 1.000% nas ligações para o país - ou seja, cresceram 11 vezes.

O período de ligações a custo zero termina nessa quinta-feira, 31.

A iniciativa de permitir a ligação para o Japão sem custo por meio do código 41 começou em 20 de maço, em resposta à tragédia causada pelo terremoto e tsunami que afetaram o país no dia 11.

TIM mantém avanço, Vivo cai

A operadora TIM manteve o crescimento no mercado de telefonia móvel brasileiro, chegando a 52 milhões de assinantes em fevereiro, e aos 25,16% de market share no país, alta de 6,4% frente ao mesmo país do ano passado.

Na comparação anual, a TIM foi a única operadora com avanço no mercado.

Parque da UFRJ vai abrigar 100 PMEs

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Sebrae-RJ firmaram convênio de R$ 500 mil para desenvolver um projeto abrigará cerca de 100 empresas de pequeno e médio porte de tecnologia no parque da instituição, voltadas para inovação.

O parque já abriga algumas grandes empresas, como Schlumberger, Baker Hughes, FMC Technologies, Halliburton, Tenaris Confab e Usiminas.

Apontador lança serviço para PMEs

O Apontaor lançou nessa quinta-feira, 17, um serviço personalizado para divulgação online de empresas, produtos e serviços na web voltado para pequenos e médios negócios e profissionais liberais.

Chamado de Apontador+, o serviço permitirá aos empreendedores inserir endereço, telefone, e-mail de contato, canais nas redes sociais, fotos e até controle de acessos em uma página exclusiva.

Cisco: comunicações unificadas para PMEs

A Cisco anuncia duas novas soluções de comunicações unificadas específicas para pequenas e médias empresas.

Uma das novidades é o Cisco Unified Communications 300 Series, que, conforme divulgado pela fabricante, “oferece tudo que uma empresa com dois a 24 usuários precisa para redes de negócios e comunicações de voz”.

Confirmado ministério de PMEs. Gaúcho cotado

O gaúcho Alessandro Teixeira, atual secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, é um dos nomes mais cotados para assumir o novo Ministério para Pequenas Empresas, cuja criação, ainda sem data definida, foi anunciada por Dilma Rousseff na terça-feira, 22.

A abertura da nova pasta poderá sofrer atrasos em decorrência do corte recorde de R$ 50 bilhões no orçamento da união anunciado pelo governo federal na quarta-feira, 09.

CCDE investe no mercado de PME's

A paulista CCDE, que oferece serviços de gestão do ciclo de vida de documentos fiscais eletrônicos, quer ampliar a participação no mercado de pequenas e médias empresas em 2011.

A expectativa é que o segmento represente mais de 50% do faturamento da Central até o final desse ano.