Marisa gere imóveis com SAP RE

28/10/2010 16:16

Redução de 100% das multas por atrasos ou pagamentos indevidos de aluguéis e contas de água, luz, telefone, IPTU, além da estabilização de processos envolvendo mais de 300 contratos e 50% de ganho de tempo para os funcionários.

Estes foram alguns dos ganhos registrados pela Lojas Marisa após a adoção do SAP Real Estate (RE), solução de gerenciamento e centralização para dados relativos a propriedades e imóveis.

Marisa investe em SAP RE para gestão de imóveis alugados e próprios

Tamanho da fonte: -A+A

Redução de 100% das multas por atrasos ou pagamentos indevidos de aluguéis e contas de água, luz, telefone, IPTU, além da estabilização de processos envolvendo mais de 300 contratos e 50% de ganho de tempo para os funcionários.

Estes foram alguns dos ganhos registrados pela Lojas Marisa após a adoção do SAP Real Estate (RE), solução de gerenciamento e centralização para dados relativos a propriedades e imóveis.

Com a ferramenta, implementada pela Essence e integrada ao ERP SAP, já utilizado pela rede varejista, todos os imóveis – alugados e próprios – usados pela empresa passaram a ser geridos automaticamente, o que envolve o tratamento de despesas fixas e variáveis, datas de vencimento e renovação de contratos, entre outras tarefas.

Dessa automatização veio o ganho de tempo dos colaboradores do departamento de Órgãos Públicos e Patrimônios da Marisa, que puderam passar a se dedicar somente a atividades diretamente relacionadas ao negócio, segundo Mendel Szlejf, diretor de TI da rede de lojas.

Conforme o executivo, a solução dispensou os diversos sistemas e planilhas do Excel antes usados para gestão dos dados dos imóveis. Com a nova plataforma unificada, foi possível, por exemplo, exibir um portfólio detalhado de todas as lojas, com informações sobre infraestrutura, equipamentos, medições, entre outros.

“Ganhamos agilidade no pagamento de despesas e integração com diversos setores, além de controle do fluxo de caixa”, afirma Szlejf. “Antes da implementação, todos os processos eram executados manualmente, por diversos sistemas e diferentes áreas, como Contábil, Fiscal, Contas a Pagar, etc. Isso gerava deficiências na gestão dos aluguéis e contas e o final do mês era momento de desgaste dos funcionários”, complementa.

Hoje, segundo o gerente, isso não ocorre mais.

Além disso, agora não é mais necessário ter em mãos os documentos originais dos contratos para realizar negociações, já que o SAP RE permite que documentos (PDF, DOC, XLS) sejam anexados aos cadastros (separados por imóveis), tornando-os disponíveis para quem precisar.

“A ferramenta ainda incluiu sistema de alertas por tarefas e datas importantes – como as de ações renovatórias, permitindo antecipar as negociações”, afirma Szlejf.  “Temos certeza: todos os impostos e pagamentos são recolhidos nas datas certas”, comemora.
 

Veja também

Marisa investe em 6,5 mil licenças de Kaseya

A Lojas Marisa acaba de investir na aquisição de mais de 6,5 mil licenças do software de gerenciamento remoto de infraestrutura de TI da Kaseya.

São licenças para ambientes Windows e Linux que serão utilizadas para gestão remota de estações de trabalho espalhadas por lojas da rede varejista em todo o Brasil.

Marisa busca fornecedores para ser a maior

A Marisa, rede de lojas de vestuário, está em busca de confecções no Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Ceará para expandir sua atuação. A meta é instalar, em cada um desses estados, uma unidade da rede, dedicada ao comércio atacadista.

Marisa resolve problema de padronização

A Marisa acaba de estrear um sistema que promete contornar a falta de padrão nas medidas de vestuário - um dos entraves da expansão do segmento no comércio eletrônico no segmento. O sistema subsidia a escolha do tamanho das roupas, com base nas medidas informadas pelo internauta para busto, cintura e quadril.

Lojas Marisa: N&L na retaguarda de 228 lojas

A Lojas Marisa implantou um novo sistema para controle de retaguarda em 228 lojas. O projeto, que utilizou tecnologia da N&L e levou dois anos para ser concluído, consumiu 28% do que a rede investiu em TI em 2009 – equivalente a 12% de seu orçamento geral.

Marisa renova loja virtual com VM2

Está no ar o novo site de comércio eletrônico da rede de lojas Marisa, desenvolvido pela agência paulista VM2.

Entre as novidades estão um sistema que tem como objetivo auxiliar na escolha do tamanho das roupas, com base nas medidas informadas pelos consumidores.

De acordo com a agência, a solução foi desenvolvida pela Fábrica de Software da VM2 e a Marisa pretende patenteá-lo junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Marisa aumenta lucro em 98%
No primeiro semestre de 2009, a rede varejista de moda Marisa obteve lucro líquido de R$ 33,7 milhões, resultado 98% maior que o obtido no mesmo período do ano passado, quando somou R$ 17 milhões.

Já no segundo trimestre, o lucro líquido foi de R$ 43,4 milhões, alta de 70,7% em relação ao mesmo período de 2008.

A receita líquida de mercadorias e serviços neste semestre alcançou R$ 620,4 milhões, expansão de 2,2% ano/ano.