Dados do instituto Gartner indicam que 44% dos US$ 16,5 bilhões que o setor de software de segurança movimenta atualmente estão nas mãos das cinco principais empresas.

Há cinco anos, esse índice era de 60%.

Segundo analistas da consultoria, os líderes de mercado vêm perdendo participação para pequenas empresas e start-ups, que têm apresentado bons resultados ao desenvolver tecnologias inovadoras para enfrentar ameaças e vulnerabilidades exploradas recentemente pelos cibercriminosos.

No ranking de fornecedores, a Symantec manteve a liderança, apesar da queda de participação observada no intervalo dos últimos cinco anos, de 29,5% para 18,9%.

A McAfee continua na segunda posição, com 10,4%, ante 12,3% em 2006.

Da mesma forma, a Trend Micro e a IBM sustentaram suas colocações, com 6,3% e 4,9%, respectivamente. Com 3,8%, a EMC, por sua vez, superou a CA e assumiu a quinta posição no segmento.