http://www.flickr.com/photos/tk-link/2575598759/

A russa Kaspersky pretende dobrar seu número de canais de varejo no Brasil, que hoje fica em torno de 500, indo desde pequenas lojas até as grandes redes varejistas.

Para tanto, a companhia lança uma estratégia focada no mercado de usuários domésticos, com baixa de 40% no preço de seu kit para segurança na Internet.

A licença anual para um usuário do Kaspersky Antivírus 2010, por exemplo, caiu de R$ 99,95 para R$ 59,95.

A ideia, segundo o novo diretor de Consumo da empresa para América Latina e Caribe, Al Ochoa, ex-Symantec, é que o consumidor entre na loja e não veja mais nenhuma outra marca.

Além da captação de novos parceiros, a Kaspersky também prepara projetos de marketing focados nos varejistas.

Outra aposta é o lançamento do Mobile Security, software para proteção de celulares e smartphones, informa o Computerworld. Além de antivírus, a solução também oferece proteção de dados e rastreamento do aparelho.

Para esta ferramenta, o foco serão lojas especializadas em telefonia celular, operadoras e fabricantes de aparelhos. A meta é conquistar de 50 a 100 canais para este filão, inicialmente.

Hoje, a receita da Kaspersky no Brasil se divide em 60% de negócios corporativos e 40% no varejo. No mundo, os varejistas respondem pela maior parte - 65% -, contra 28% do corporativo e 7% das alianças OEM.