André Pivoto, diretor Administrativo da Promob

A Promob Software Solutions, de Caxias do Sul, acaba de abrir uma filial em Buenos Aires.

Com investimento de US$ 60 mil em recursos próprios, a unidade inicia com sete colaboradores, todos argentinos, que atenderão à atual carteira local da companhia, formada por cerca de 135 clientes, além de atuar para alcançar a meta de dobrar este número.

“Vamos buscar novos negócios com fabricantes que utilizam sistemas personalizados”, afirma André Pivoto, diretor Administrativo da Promob.

Não é a primeira investida da marca no exterior: em 2009, abriu a primeira filial, no México, e, no fim do ano passado, investiu US$ 240 mil, entre recursos próprios e provindos da Apex, em um escritório em Miami.

A estrutura conta, ainda, com parceiros na Espanha e Portugal e projetos pontuais em diversos países, fazendo com que suas soluções para ambientação virtual estejam presentes em mais de 30 mercados.

A estratégia, segundo Pivoto, é investir cada vez mais para ampliar a participação do mercado externo, hoje em torno de 5%, nas vendas gerais da companhia.

Na Argentina, a Promob opera desde 2005, com agentes autorizados.

“Já conquistamos a liderança no segmento de softwares destinados à ambientação virtual daquele país”, afirma Pivoto.

Segundo o diretor, a Argentina está entre os países que mais se destacam na fabricação de móveis na América Latina, ao lado de Brasil, Chile e México.

Ou seja: um mercado aberto para os caxienses, que já mapearam um nicho de aproximadamente 2,5 mil empresas de fabricação de móveis no país vizinho, a maioria de pequeno e médio porte, localizada nas regiões de Buenos Aires, Santa Fé, Misiones e Mendoza.

Este ano, a Promob projeta faturar em torno de R$ 40 milhões. No ano passado, foram R$ 25 milhões, alta de 30% sobre 2010.

Para isso, a Argentina não é o único mercado na mira: a companhia, que também há pouco ampliou sua estrutura no Brasil, com a nomeação de um agente autorizado em Campo Grande, também prevê abrir uma filial em Salvador, ainda no primeiro semestre.

“E o pacote de novidades para este ano também inclui lançamentos das novas versões de softwares e do novo site da empresa”, comenta Pivoto.

Expansão baseada também em parcerias, como a firmada em novembro passado com a MCM Sistemas de Gestão, que resultou na criação da própria Promob Software Solutions.

“Esta aliança deu origem a maior empresa do país dedicada à criação de softwares para o segmento moveleiro”, garante o diretor.

Além disso, no ano passado a empresa caxiense também abriu filiais em Florianópolis e Belo Horizonte, que se somaram às de Curitiba e São Paulo.

“Estamos com um desempenho muito bom no mercado catarinense. O de Belo Horizonte também está se mostrando receptivo, já temos vários negócios em andamento e diversos prospectos para este ano”, conta o executivo gaúcho.

Ainda em 2011, a companhia lançou as atualizações dos softwares Promob Plus e Promob Arch via Windows Azure, focando cloud computing, e acabou virando case da Microsoft Brasil.

“Hoje, todos os nossos clientes utilizam o Azure para as atualizações dos sistemas”, garante Pivoto.

Os produtos da companhia permitem gerir e integrar diversas áreas do setor moveleiro - desde a fabricação, ambientação virtual até a gestão de vendas.

Os softwares são usados, hoje, por mais de 12 mil lojas de móveis em todo o Brasil, somando cerca de cinco mil profissionais usuários, entre marceneiros, arquitetos e decoradores, entre outros.

Ao todo, são mais de 60 mil licenças distribuídas em todos os mercados onde a empresa atua.

Fusão

A Promob resulta da fusão entre a Procad e a MCM, de Bento Gonçalves.

As empresas anunciaram a integração no começo de dezembro passado, com a criação também da holding MBR Participações, controladora da marca Promob Software Solutions.

Na fusão, ficaram como sócios André Pivoto, Vanderlei Buffon,  Edson Witt  e Rosandré Giacomello,  da Procad, e Edgar Marconi  e Roberto Migliavacca, da MCM.

A negociação entre as partes não envolveu transação financeira e teve consultoria do Programa Softex de Alianças Empresariais (PAEMP), sob coordenação da Steffen&Pozzi.