Tamanho da fonte: -A+A

A NeoGrid, provedora catarinense de soluções para supply chain management, fechou 2010 com taxa de crescimento de 35%. Para 2011, a meta é dobrar de tamanho, com foco no varejo e nos bens de consumo no Brasil.

Não foram informados os dados nominais de faturamento da companhia.

Entre os destaques do ano passado estiveram  clientes como Renner, O Boticário, Azaléia e Etna, que foram foco de uma parte significativa dos investimentos.

Segundo Wellington Machado, CEO da NeoGrid, foi uma aposta no futuro.

"Passado o processo de consolidação das aquisições internacionais, nosso objetivo é alavancar nossos cases do Brasil como referência para nossa expansão”, diz Machado.

Em 2010, a empresa fecho cerca de 1,5 mil contratos, atingindo a marca de 4 mil clientes no final do ano.

Para Machado, os bons resultados podem ser creditados à malha de 200 mil empresas interligadas pelas soluções NeoGrid ao redor do mundo e à demanda de SCS (Supply Chain Syncronization) no varejo e na indústria de bens de consumo.
 
Empresa global com presença em 34 países e em cinco continentes, a NeoGrid é especializada em prover soluções para gestão da cadeia de suprimentos e demanda.

Nos últimos quatro anos, a empresa teve crescimento de 160%.

Desde a aquisição das empresas Agentrics e VivaCadena em 2008, a NeoGrid dividiu sua operação em quatro regiões: Ásia/Pacífico, Europa, América do Norte e América do Sul, dando inicio a um período de intenso intercâmbio tecnológico e de melhores práticas de negócio em Supply Chain.

Entre seus clientes estão sete das 10 maiores redes varejistas do mundo, dentre elas Carrefour, Casino, Marks & Spencer, Walgreens.