A Tata Consultancy Services (TCS) pretende reforçar a oferta de produtos e serviços voltados ao mercado brasileiro de bancos, seguradoras, bolsas e corretoras de valores, câmaras de compensação e outras áreas do setor financeiro.

O objetivo da consultoria indiana é expandir a receita no país proveniente da vertical de finanças, que mundialmente responde por 45% do faturamento da companhia e acumulou crescimento de 8% no último exercício financeiro.

No Brasil, a TCS busca novos contratos para a prestação de serviços como consultoria de negócios em TI, eficiência operacional e terceirização de processos (Business Process Outsourcing).

Um dos produtos customizados para o mercado nacional será a plataforma BaNCS, que consiste em um software para gestão da operação financeira com ferramentas de TI que podem ser implementadas de forma integrada ou separadamente.

Entre elas estão soluções em gestão de risco (risk management), core banking e anti-lavagem de dinheiro (anti money laundering). A plataforma também pode ser adaptada às regulamentações de compliance estabelecidas pelos órgãos de cada país.

Além disso, as ofertas convencionais da empresa no país, como desenvolvimento e manutenção de aplicações, implementação de ERP, fábrica de software, testes e SOA, continuam mantidas.

“Temos um mercado interno ávido por soluções de TI focadas na otimização de recursos, padronização e agilidade dos processos, sobretudo no atual cenário de fusões e aquisições e com a crescente internacionalização das instituições financeiras brasileiras”, explica Ailtom Nascimento, VP Comercial da TCS do Brasil.
 
No mundo, só no último ano, o número de empresas que adotaram o software BaNCS cresceu 256%, o que fez com que a ferramenta chegasse a mais de 200 clientes em 80 países.

A carteira inclui instituições como Banco Nacional da China e Banco do Estado da Índia que, sozinho, conta com cerca de 14 mil agências e mais de 40 milhões de clientes.