Linx recebe investimento da General Atlantic

26/07/2011 12:00

A Linx acaba de receber investimento da General Atlantic (GA), empresa de growth equity que nos últimos quatro anos investiu cerca de US$ 1 bilhão na América Latina, incluindo aportes de participação no MercadoLivre, BM&F Bovespa e Peixe Urbano.

O diretor presidente da Linx, Alberto Menache, não informa o valor do investimento, mas afirma que será destinado à expansão geográfica da empresa, especializada em software para varejo.

Tamanho da fonte: -A+A

A Linx acaba de receber investimento da General Atlantic (GA), empresa de growth equity que nos últimos quatro anos investiu cerca de US$ 1 bilhão na América Latina, incluindo aportes de participação no MercadoLivre, BM&F Bovespa e Peixe Urbano.

O diretor presidente da Linx, Alberto Menache, não informa o valor do investimento, mas afirma que será destinado à expansão geográfica da empresa, especializada em software para varejo.

Além disso, o dinheiro também irá para a ampliação das ações de pesquisa e desenvolvimento da Linx, que projeta faturar R$ 200 milhões neste ano, uma alta de 38% frente aos resultados de 2010.

“A GA foi escolhida quando resolvemos buscar capital adicional para financiar nossa estratégia de crescimento orgânico e inorgânico”, explica o executivo. “Teremos na GA um parceiro estratégico na busca e identificação de novas tecnologias em escala global”, completa Nercio Fernandes, fundador e VP de P&D da Linx.

Conforme Menache, a nova parceria faz parte da estratégia de crescimento que a Linx já vem mantendo nos últimos anos, e que contou com outras ações, como as aquisições realizadas desde 2008.

Naquele ano, a empresa comprou a Quadrant. Depois disso, com aporte de recursos da BndesPar (braço de investimentos do Bndes), adquiriu a CSI, provedora de software de PDV para o varejo.

As próximas compras, ainda com aporte do Bndes, foram as da Inter Commerce, fornecedora software voltada aos ramos de material de construção e eletroeletrônicos; e da Formata, que oferece soluções par pequenas empresas.

Em dezembro de 2010, a Linx anunciou a aquisição da Dia System e CNP Engenharia de Sistemas, ambas fornecedoras de DMS (Dealer Management System), sistema de gestão de concessionárias de veículos.

Agora, em 2011, foi a vez da empresa comprar a software house gaúcha CustomBS, especialista em soluções integradas para o varejo.

“O BndesPar aprovou o exercício de direito de preferência no aumento de capital, o que demonstra e reforça a confiança na companhia”, comemora Menache.

Já Brett Rochkind, diretor e co-responsável pela área de Internet Global & Tecnologia da GA, define a Linx como um “investimento atraente” devido à “liderança de mercado da companhia, seu modelo de negócios baseado na recorrência de receitas e qualidade de sua equipe de gestão”.

Há 30 anos no mercado, a GA tem tradição em investimento em companhias de TI, segundo o executivo.

A carteira inclui companhias de software, serviços e e-commerce, como ServiceSource, IHS, Alibaba Group, Kaspersky Lab, Gilt Groupe, SSA Global, Priceline.com, Genpact, RiskMetrics, Zantaz, Altair Engeneering, Torex Retail, Privalia, LHS, Baan, Manugistics e Compuware, entre outras.

Anualmente, a GA investe aproximadamente US$ 2 bilhões em seis setores, com aportes como investidora minoritária ou majoritária em companhias públicas e privadas em crescimento, que variam entre US$ 25 milhões e US$ 500 milhões.
 
Já a Linx tem mais de 5 mil clientes e cerca de 52 mil PDVs usuários de seus softwares no Brasil, América Latina e Europa.

A companhia fechou 2010 com faturamento de R$ 144 milhões.

Veja também

Grupo Linx compra CustomBS

O Grupo Linx, sediado em São Paulo, anunciou a compra da gaúcha CustomBS, especializada em soluções para o varejo, nesta terça-feira, 29.

Os valores não foram revelados. O atual diretor geral da CustomBS,  Luís Gustavo Masiero, assumirá a direção da nova filial, que tem 50 clientes incluindo nomes como Lojas Lebes, Ughini e Obino.

Linx compra Dia e CNP e pode antecipar IPO

O Grupo Linx, especializado em soluções de TI para o varejo, acaba de adquirir a Dia System e a CNP Engenharia de Sistemas, software houses especializadas em DMS (Dealer Management System), sistema de gestão para concessionárias de veículos.

A soma das bases de clientes das duas empresas fica em cerca de 1,6 mil concessionárias, o que corresponde a aproximadamente 25% do mercado nacional, incluindo nomes como Toyota, Peugeot, Honda, GM e Ford.

Depois da Quadrant, Linx compra Formata
O Grupo Linx acaba de comprar a software house Formata Data Business, sediada em Belo Horizonte.

Especializada em soluções para varejo e atacado, a empresa mineira será transformada em uma nova filial da corporação e deverá representar, em 2010, 5% da receita da Linx Sistemas, que hoje representa 75% dos negócios do grupo.
Linx: solução RFID via rádio frequência no BR

A Linx Prevenção de Perdas está lançando a Linx RFID, solução de identificação por rádio frequência integrada para ampliar a produtividade do varejo.

Linx contrata ex-Totvs

O Grupo Linx acaba de contratar Jean Carlo Klaumann, nos últimos seis anos diretor de  operações Brasil da Totvs, para a posição de diretor geral.

Linx: 22 novos clientes no 1º trimestre

A demanda por serviços de conectividade e as incorporações de empresas pelo Grupo Linx nos últimos 12 meses ampliaram em 22 nomes a carteira de clientes da Linx Telecom. A companhia cresceu especialmente no varejo, segmento em que agora já interliga 2,3 mil lojas que utilizam sua rede para tráfego de dados, TEF dedicado, VoIP e outros serviços.

Ex-Datasul é gerente de Marketing do Grupo Linx

Luiz Fernando Dal Póz Henriques é o novo gerente de Marketing do Grupo Linx. O executivo, que soma passagens por empresas como Datasul, Totvs, Benner e Microssiga, possui 18 anos de atuação nas áreas de marketing, canais e comercial, sendo oito deles no segmento de software.

Linx: aquisições para ganhar a vice-liderança
O Grupo Linx anuncia nesta quarta-feira, 03, a incorporação de duas empresas brasileiras de software com atuação no mercado de varejo, CSI Comércio Soluções Inteligentes e a Intercommerce Retail Software.

Em comunicado, a empresa afirma que tal novidade a eleva a posição de segunda maior empresa de software do Brasil e a maior softwarehouse para varejo da América Latina.
Linx renova ERP para varejo de vestuário
A Linx Sistemas lança a versão 8.0 de seu ERP para empresas de varejo e vestuário, o Linx Global Fashion.
Private equity e mercado em artigo no Baguete

Miguel Abdo, diretor da Naxentia e especialista em crescimento acelerado, fala sobre o desempenho da economia brasileira e demais fatores que contribuem para a consolidação do mercado nacional no artigo "O dilema dos private equity", publicado nesta sexta-feira, 17, no Baguete.

Indra: SAP para captador de investimento de MG

O Instituto de Desenvolvimento Integrado (INDI), braço operacional do governo de Minas Gerais para atração de investimentos, acaba de se tornar a primeira empresa do serviço público no Brasil, pertencente à administração direta, a adotar a plataforma de gestão SAP.

Mundial recebe aporte de US$ 50 milhões

A Mundial anunciou um aporte de capital de US$ 50 milhões de um fundo gerido pela americana Yorkville Advisors em um período de até dois anos por meio de várias emissões de ações.
 
O aporte acontece em um momento de alta da fabricante de produtos de beleza, de cozinha e bombas hidráulicas gaúcha, que teve uma valorização nas suas ações de 1267% em 2011 – a maior alta da bolsa no ano.
 

Softway: aporte turbina aquisições

A Softway, empresa de Campinas especializada em software para  gestão do comércio exterior, recebeu um aporte de R$ 60 milhões do fundo de participações DGF Investimentos em troca de uma participação minoritária na companhia.

Segundo informações do Valor Econômico, o dinheiro deve ser investido em aquisições e expansão internacional, visando uma abertura de capital na bolsa de valores em três anos.

Groupalia tem aporte público de US$ 1,4 mi

O site de compras coletivas Groupalia recebeu € 1 milhão (US$ 1,4 milhão) em financiamento público para investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D).

O empréstimo foi concedido pela Empresa Nacional de Inovação (Empresa Nacional de Innovación – Enisa), organização pública vinculada ao Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo da Espanha, por meio da Unidade de Política Geral das pequenas e médias empresas do país.

Peixe Urbano recebe aporte externo

O site de compras coletivas Peixe Urbano estaria recebendo um aporte do fundo de venture capital norte-americano Benchmark Capital.

Não foram divulgados o valor exato do investimento, nem a participação da empresa.

A informação é do Read Write Web Brasil.

Segundo o site, Matt Cohler, um dos representantes do Benchmark, e ex-VP de sites como o Facebook e o LinkedIn, esteve no Brasil no ano passado, pesquisando empresas para investimentos no mercado local.