A incorporadora PDG Realty investiu mais de R$ 10 milhões na aquisição de ativos de hardware e software para unificar processos, melhorar o controle de custos e o compartilhamento de investimentos. O projeto foi conduzido pela Solvo, especializada em serviços de TI para ambientes de missão crítica.

O principal desafio na PDG Realty era a integração das áreas de TI de todas as empresas controladas pelo grupo, que cresceu por meio de aquisições de empresas - como Goldfarb e CHL - que já possuíam estrutura próprias de TI, envolvendo recursos humanos e materiais, o que acabou gerando redundância, falta de padronização entre os sistemas e as políticas de segurança, além de dificuldades na gestão de performance e disponibilidade, entre outros problemas.

Para unificar a estrutura, a Solvo utilizou uma arquitetura SAP. Atualmente, o projeto está em fase de final de implantação em todas as empresas que compõem o grupo.

“Atualmente, está sob a responsabilidade da empresa a gestão de toda a nova área de infraestrutura de TI da PDG Realty, bem como o projeto de unificação, ainda em curso, com todas as atividades alinhadas sob a aplicação de boas práticas de ITIL”, explica Marcos Peigo, presidente da Solvo.

O novo modelo, segundo o executivo, eliminou as funções redundantes na estrutura de TI da incorporadora, além dos contratos de suporte considerados “ineficientes”. Ainda, foram compartilhados os ativos de hardware e software em toda a operação do grupo.

“Hoje temos uma infra de TI mais robusta, de melhor qualidade, que oferece segurança e disponibilidade às operações da PDG”, afirma Clarissa Barbosa, CIO do grupo. “A unificação também viabiliza projetos de redução de custo operacional, tais como a adoção de sistemas de instant messaging corporativo e ferramentas de colaboração”, complementa.

Segundo Clarissa, quando for concluído, o ambiente unificado atenderá a mais de 1,2 mil usuários da PDG Realty. Além disso, dentro da política de expansão da incorporadora, seja por crescimento orgânico ou por novas aquisições, todas as novas empresas serão automaticamente incorporadas à gestão centralizada.

A PDG Realty abriu capital em 2007, sendo listada no Novo Mercado, e tem sua administração composta por profissionais do setor imobiliário, private equity e operações estruturadas.

A organização está presente em 56 cidades e 11 estados do Brasil, além de contar com projetos na Argentina.

A atuação inclui empreendimentos residenciais, desenvolvimento de loteamentos e investimentos em empreendimentos comerciais com foco em geração de renda, por meio de locação.

Já a Solvo presta serviços de TI para ambientes de missão crítica. O portfólio contempla atividades de consultoria, implantação de projetos, desenvolvimento de software, treinamento, monitoramento e suporte técnico, com base em metodologias e práticas como ITIL, Cobit, PMI e ISO 20000.

A empresa possui cases em mais de 250 clientes de toda a América Latina, como Itaú, Banco BMG, IBM, Motorola e Saraiva.