Isbiz Accera: joint venture mira R$ 30 mi em SAP

21/02/2011 10:05

A Isbiz, consultoria curitibana focada em ERP, CRM, BI, outsourcing e alocação de profissionais  de TI; acaba de firmar uma joint venture com o Grupo Accelera.

A meta é faturar R$ 30 milhões no primeiro ano de operação, com foco em SAP.

Para isso, pelo menos R$ 1,5 milhão será investido só na formação da equipe conjunta e ações comerciais.

Pablo Castagnini, diretor de Projetos da Isbiz

Tamanho da fonte: -A+A

A Isbiz, consultoria curitibana focada em ERP, CRM, BI, outsourcing e alocação de profissionais  de TI; acaba de firmar uma joint venture com o Grupo Accelera.

A meta é faturar R$ 30 milhões no primeiro ano de operação, com foco em SAP.

Para isso, pelo menos R$ 1,5 milhão será investido só na formação da equipe conjunta e ações comerciais.

Os planos para a nova operação, batizada de Isbiz Accera (Accera mesmo, um pouco diferente do "Accelera" original do grupo) também incluem a abertura de uma filial nos EUA no ano que vem e uma na Europa em 2013.

Internamente, por uma questão de capilaridade, as atividades começam pelo Sul e Sudeste brasileiros, explica Pablo Castagnini, diretor de Projetos da Isbiz.

“Já possuímos escritórios em Curitiba e São Paulo, e a Accera tem base fixa em São Paulo. A maioria dos nossos clientes estão nessas regiões. Assim, o foco parte daí”, destaca o executivo.

Depois é partir para outras regiões do país – no segundo semestre, a Bahia está no alvo.

E nesse meio tempo – até julho próximo - 60 vagas deverão ser criadas na nova empresa para consultores e desenvolvedores SAP.

A aposta, segundo Castagnini, é motivada pelo bom momento da SAP no Brasil: em 2010, o país subiu da 8ª para a 3ª posição no ranking das subsidiárias mais lucrativas da empresa em receita de software, com crescimento de 91% na operação nacional.

Já em receita geral, a SAP Brasil cresceu 45%, agregando 359 novos clientes no ano, o que soma uma carteira total de 2.872 ativos.

E para 2011, a meta é que a subsidiária cresça acima da média mundial da fabricante alemã de ERP, cuja previsão é fechar com expansão entre 10% e 14% sobre 2010.

De olho neste mercadão, a Isbiz Accera já projeta um mercado estimado em 90 players em todo país.

Conforme o diretor Comercial da Accelera Training e diretor da Holding Accelera, Rodolpho Moda, a grande jogada será o setor de serviços críticos.

“O know-how de dez anos em treinamentos de SAP para indústrias, somados à experiência da Isbiz em consultoria clássica nos credenciam à prestação de praticamente todos os serviços na plataforma”, confia o executivo.

Como exemplo, Moda enumera serviços como fábrica NetWeaver, implementações, help desk funcional, consultoria, implementações, BI e treinamentos.

Outra previsão de mercado que empolga a nova operação é a 21ª Pesquisa Anual Sobre Administração de Recursos de Informática, da  FGV, que indica a SAP entre os líderes de pacote de ERP no país, com 25% de share, atrás apenas da nacional Totvs, que tem 38%, e à frente da americana Oracle, com 17%.

Os bastidores
Castagnini conta que o namoro entre Isbiz e Accelera já vem se desenrolando há tempos.

“A aproximação aconteceu de maneira bastante orgânica. Temos um cliente em comum, que fez a ponte entre as empresas por conta de uma necessidade específica do  seu projeto”, conta o diretor de Projetos.

A parceria demonstrou que os perfis de atuação das companhias eram muito próximos.

“Então, acabamos  evoluindo para fazer a joint venture”, conclui o executivo da Isbiz.

Quem é quem
A Accelera atua em treinamento, implantação, customização e suporte de ERP SAP.

A companhia oferece as modalidades de capacitação in company, sob demanda ou em seus centros de treinamento, em São Paulo.

A carteira de clientes da Accelera conta com indústrias nacionais e multinacionais de vários estados do país.

Já a Isbiz é uma integradora de soluções de gestão empresarial que atua com ERP, CRM, BI, consultoria em TI, outsourcing e alocação de profissionais de TI.

Além do escritório em Curitiba, a Isbiz conta com unidade em São Paulo, empregando um time de cerca de 80 colaboradores que atendem a uma carteira de mais de 60 clientes.

Parceria também no RS
Em setembro do ano passado, a empresa firmou uma parceria com a Ebis, de Caxias do Sul, com foco no setor vitivinicultor gaúcho.

No acordo, a companhia serrana entrou com expertise em projetos web e o conhecimento de um mercado onde já atende a oito clientes do porte das vinícolas Salton, Cordelier e Jolimont.

Já os paranaenses entraram com a experiência em CRM, ERP e BI.

Veja também

Isbiz: Dynamics AX para Ceú Azul Alimentos

A paranaense Isbiz Consulting acaba de fechar um contrato para implementação do Microsoft Dynamics AX na Céu Azul Alimentos, grupo paulista que atua na avicultura, exportando 60%  de sua produção.

A companhia iniciará a implantação pelos módulos financeiro, fiscal e contábil, focada em agilizar o processo de tomada de decisões, segundo o gerente de TI da Céu Azul, Jefferson Valim.

Isbiz e Ebis: vinho faz crescer

A curitibana Isbiz Consulting e a Ebis, de Caxias do Sul, firmaram uma parceria com foco no setor vitivinicultor gaúcho.

No acordo, a empresa serrana entra com expertise em projetos web e o conhecimento de um mercado onde já atende a oito clientes do porte das vinícolas Salton, Cordelier e Jolimont, enquanto os paranaenses apostam no CRM, ERP e BI para conquistar pelo menos seis contratos ainda este ano.

SAP abre em Porto Alegre e foca Serra Gaúcha

A SAP vai abrir um escritório em Porto Alegre ainda no primeiro semestre deste ano.

A operação terá como foco o Rio Grande do Sul, embora também possa atender a projetos de toda a região Sul, hoje atendidos pela unidade de São Paulo.

Em foco, estarão os setores de varejo, utilitties e metal-mecânico/metalúrgico, este último com destaque para a Serra Gaúcha, onde a SAP já atende a clientes como Marcopolo, Randon e Lupatech.

SAP Labs: custos podem frear expansão física

Até o meio de 2012, a SAP quer ter mais 120 colaboradores na unidade de P&D SAP Labs Brasil, em São Leopoldo.

Para isso, a estratégia prevê a construção de um novo prédio, mas as obras podem ser seguradas até 2014, já que os preços da construção civil local não têm agradado à SAP, que acredita numa redução dos valores praticados após a Copa do Mundo.

Joint venture oferece MKT online para CeBIT

A Deutsche Messe Interactive, subsidiária da Deutsche Messe AG focada em soluções de marketing online, oferece um serviço de geração de e-mail para os expositores da CeBIT.

A oferta tem como foco facilitar a comunicação dos participantes da feira, que ocorre em Hannover, de 01 a 05 de março de 2011, com clientes, prospects e outros grupos de interesse.

HBSIS e E&E: joint venture para saúde

A HBSIS, de Blumenau, e o Grupo E&E Administração e Consultoria em Planos de Saúde, de Indaiatuba-SP, acabam de formar uma joint venture, criando a Person.

A nova empresa, focada em soluções para inteligência em saúde, vai fornecer um sistema integrado de informações para gestão de recursos humanos nesta área em empresas de diversos setores.

GE e Intel formam joint venture de saúde

A GE e a Intel anunciam a assinatura de um acordo para formação de uma joint venture com participação acionária 50/50. A parceria cria uma empresa focada em soluções de tele-saúde, combinando bens da divisão de Saúde Doméstica da GE Healthcare e do Grupo de Saúde Digital da Intel.

Lenovo e NEC: joint venture à vista?

A chinesa Lenovo Group está em negociações com a japonesa NEC para formar uma joint-venture em computadores pessoais.

Segundo fontes próximas do assunto, citadas pelo jornal Nikkei e pela Reuters, a Lenovo planeja assumir uma participação de controle na unidade da NEC, mas a forma de parceria ainda não foi definida.