Bematech e C.E.S.A.R: parceria focada em PDV

19/12/2011 16:13

A curitibana Bematech, especializada em TI para o varejo, firmou uma parceria com o C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife para desenvolvimento de um sistema para ponto de venda (PDV).

O processo de desenvolvimento envolve quatro fases: estudos e pesquisas, ideação, prototipação e avaliação.

Na primeira, serão visitados estabelecimentos de uma grande rede de varejo cliente da Bematech para avaliar as necessidades dos usuários finais.

Fábio Matias de Souza, diretor de Software da Bematech

Tamanho da fonte: -A+A

A curitibana Bematech, especializada em TI para o varejo, firmou uma parceria com o C.E.S.A.R – Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife para desenvolvimento de um sistema para ponto de venda (PDV).

O processo de desenvolvimento envolve quatro fases: estudos e pesquisas, ideação, prototipação e avaliação.

Na primeira, serão visitados estabelecimentos de uma grande rede de varejo cliente da Bematech para avaliar as necessidades dos usuários finais.

Em seguida, será definida a solução, em si.

Depois disso, o Centro disponibilizará um protótipo que será utilizado para o teste de usabilidade com o usuário final.

O escopo técnico do projeto envolve, ainda, a criação do design do wireframe e implantação da interface gráfica do usuário, compatível com sistemas touch screen e desktop, em Java para o sistema PDV multiplataforma (Windows e Linux) da Bematech.

“É esperado que o novo PDV esteja concluído até o final de dezembro”, afirma Antenor Gomes Neto, diretor adjunto de Desenvolvimento de Software da companhia.

Não é a primeira parceria entre Bematech e C.E.S.A.R: a companhia já tem dois projetos em andamento com a organização pernambucana.

Um deles, o Fiscolink, um sistema online para monitoramento de impressoras fiscais.

Outra iniciativa conjunta foca a área de microterminais com software embarcado.

Além da matriz em Curitiba, a Bematech tem unidades em Belo Horizonte, Diadema, Goiânia, Jundiaí, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São José dos Pinhais e São Paulo.

No exterior, mantém subsidiárias na Argentina, China, Taiwan e EUA.

A empresa, que tem soluções instaladas em mais de 400 mil pontos de venda, encerrou 2010 com receita de R$ 326,4 milhões.

Para seguir crescendo, outra aposta da Bematech é no SaaS, oferta com a qual a companhia conta para abocanhar o segmento de pequenas e médias redes de franquias e dobrar a carteira de clientes na área, hoje formada por cerca de 50 nomes.

Conforme Fábio Matias de Souza, diretor de Software da Bematech, a entrada no modelo como serviço já vinha nos planos da empresa há algum tempo, amparada por números de mercado.

“Estatísticas do IDC e Gartner, por exemplo, mostram que esta modalidade representará 30% do volume de novas vendas das licenças de softwares no mundo este ano”, comenta o executivo.

E como a nova oferta vai expandir a carteira em clientes de porte menor, a capilaridade do atendimento também precisa aumentar.

Hoje, a empresa tem 130 revendas, das quais 60 já têm foco exclusivo em SaaS, mas esta é uma base que precisa crescer, explica Souza.

“Queremos mais 30 a 40 parceiros, que buscaremos ao longo deste ano e de 2012, com foco no Sul, Norte, Minas Gerais e Ceará”, comenta o diretor.

Oferta variada
O foco no SaaS, entretanto, não desvia a atenção da Bematech dos carros-chefes de seu portfólio: o ERP Genco, que responde por cerca de 40% das vendas e é usado por clientes como Leroy Merlin, e o Chef, voltado à restaurantes e adotado por nomes do porte de Subway.

O Chef também possui um módulo SaaS, que permite o acompanhamento de vendas online, o que facilita ao cliente administrar seu estabelecimento a partir de smartphones.

Veja também

Bematech: gestão para o Vasco

A Bematech CMNet vai implementar até o final do primeiro trimestre de 2012 um sistema de gestão no Vasco da Gama.

Bematech de cabeça no SaaS

A Bematech, curitibana especializada em TI para o comércio, aposta no SaaS para abocanhar o segmento de pequenas e médias redes de franquias e dobrar a carteira de clientes na área, hoje formada por cerca de 50 nomes, até o fim do ano.

A companhia, que fechou 2010 com receita de R$ 326,4 milhões, aposta na segmentação das soluções para atingir a meta.

Três novos diretores na Bematech

A Bematech, provedora de soluções de TI para o varejo, anuncia a contratação de três diretores: Jair Batista de Souza, que assume a área de Serviços; Luis Carlos Cornetta, nas Vendas Corporativas e Comunicação; e Wagner Lima, no setor Administrativo-Financeiro.

Souza chega com mais de 20 anos de mercado, somando passagens por empresas como Hypercom, Cardcom e Verifone, onde atuava desde 2008 como diretor de Serviços.

Bematech: 80% menos custo com SoftExpert

A Bematech, provedora de soluções de TI para o varejo, reduziu em 80% os custos com capacitação de funcionários com a utilização de uma solução de e-learning da catarinense SofExpert.

A solução é utilizada para capacita de cerca de 800 colaboradores distribuídos em unidades geograficamente dispersas da Bematech.

Lucro líquido da Bematech cai 60,2% no 2T11

O lucro líquido da Bematech caiu 60,2% no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, ficando em R$ 3,3 milhões.

Conforme comunicado divulgado pela companhia, os resultados foram ajustados pela realocação da totalidade dos custos e receita da CmNet na linha de negócios de software, antes segmentada junto à área de serviços.

Bematech: automação ainda é fraca no varejo

Somente 31,6% das companhias atuantes no varejo brasileiro estão automatizadas, no que tange ao uso combinado de hardware e software de gestão.

O dado é de uma pesquisa da Bematech, realizada em parceria com a Opinião Consultoria.

Cleber Morais deixa Avaya e assume Bematech

Cleber Morais, ex-presidente da Avaya, cuja saída do cargo foi anunciada pela companhia via comunicado oficial na quarta-feira, 27, acaba de assumir como diretor-presidente da Bematech.

O profissional ficou à frente da Avaya desde 2007 e chegou a ser nomeado, em 2009, o executivo do ano da companhia globalmente.