Ilegra cresce 50% e foca SP e mercado externo

18/01/2011 10:37

A porto-alegrense Ilegra expandiu seu faturamento em 50% em 2010, sobre o ano de 2009, alcançando R$ 12 milhões.

Segundo o diretor Comercial, Roger Muller, o crescimento da economia e a queda do dólar foram os fatores que mais influenciaram o bom resultado, incentivando principalmente as exportações.

“Os negócios realizados no exterior representaram 32% do nosso faturamento, enquanto a expectativa inicial era de 24%”, afirma o executivo.

Roger Muller

Tamanho da fonte: -A+A

A porto-alegrense Ilegra expandiu seu faturamento em 50% em 2010, sobre o ano de 2009, alcançando R$ 12 milhões.

Segundo o diretor Comercial, Roger Muller, o crescimento da economia e a queda do dólar foram os fatores que mais influenciaram o bom resultado, incentivando principalmente as exportações.

“Os negócios realizados no exterior representaram 32% do nosso faturamento, enquanto a expectativa inicial era de 24%”, afirma o executivo.

Para 2011, a meta é crescer outros 50% em 2011, e para isso as ações serão dirigidas para a ampliação da unidade de São Paulo , tanto em número de colaboradores quanto na área física.

La fora
Além disso, o foco também estará na expansão exterior: a Ilegra já atende a clientes internacionais, como a Thomson Reuters, por meio de sua oferta de GCS - Gerência de Configuração de Software, que contempla a padronização de ambientes de desenvolvimento de software.

Em 2009, quando a empresa gaúcha fechou com R$ 8 milhões de faturamento, os negócios fora do país representaram 22% da receita. Já no ano passado, a meta foi elevar este percentual para 30%.

E entre os mercados externos, o norte-americano é o principal alvo da Ilegra.

Negócios públicos
Outra frente de negócios em que a companhia pretende pautar sua expansão em 2011 é a de governo, com equipe especializada para atuar no Rio Grande do Sul, São Paulo e Brasília.

SAP à toda
Os negócios ligados à tecnologia SAP também são outra fonte de crescimento para a empresa: em novembro passado, a companhia estimava que as vendas de soluções customizadas usando plataformas web e Netweaver, licenças de Business All in One e da solução para gestão da manutenção de plantas e-PM, que funciona integrada ao módulo PM do ERP SAP, representassem 12% do faturamento do ano.

Já para 2011, o objetivo é que este percentual suba para 18%.

“Os negócios com a área SAP deram um salto depois da nossa entrada no programa de parcerias por meio da Softtek”, explica Müller.

De acordo com o diretor Comercial, os novos negócios com a plataforma tecnológica da multinacional alemã devem levar a dobrar o time de consultores SAP da Ilegra, hoje em 17 pessoas, ao longo de 2011.

A empresa também oferece gerência de banco de dados e aplicações, desenvolvimento e fábrica de teste, atendendo a clientes de segmentos diversos, como energia, agrobusiness, TI, transporte e logística, petroquímica e varejo.

Entre os atendidos estão nomes como John Deere, MWM, TNT Mercúrio e Qualicorp.

Veja também

Ilegra: cliente controla trabalho no iPhone

A Ilegra lançou um aplicativo para iPhone pelo qual seus clientes podem controlar horas trabalhadas, porcentagem de finalização do trabalho; tickets abertos, situação financeira, além de conferir as últimas notícias da empresa e ter um contato direto.

O aplicativo foi criado pelo time interno de Marketing da companhia gaúcha, assim como um catálogo de serviços baseado em iPad.

Mais SAP na Ilegra

Os negócios ligados a tecnologia SAP estão em alta na Ilegra.

As vendas de soluções customizadas utilizando plataformas web e Netweaver, licenças de Business All in One e da solução para gestão da manutenção de plantas e-PM, que funciona integrada ao módulo PM do ERP SAP, devem representar 12% de um faturamento estimado em R$ 12 milhões em 2010.

Ilegra lança DBA como serviço

A Ilegra lança a oferta de DBA as a Service (DBAaaS), modelo de infraestrutura de banco de dados que, segundo o diretor da empresa porto-alegrense, Ivã Boesing, é capaz de atingir um tempo de resposta para o cliente de cinco minutos, um terço do tempo mínimo praticado pelo mercado.

Já em relação à economia, no DBAaaS o contrato tem custo mensal fixo, além da eliminação de custos com recrutamento, treinamento e retenção de recursos humanos.

Ilegra: deixe seu ambiente de software conosco!

A Ilegra lança o serviço de Gerência de Configuração de Software (GCS), focada na padronização de ambientes de desenvolvimento de software.