Tamanho da fonte: -A+A

A Mega Sistemas registrou faturamento de R$ 42 milhões em 2009, um crescimento de 27% em relação a 2008.

A oferta de serviços foi responsável por 38% da receita, impulsionada por soluções voltadas ao atendimento das demandas geradas pela obrigatoriedade do SPED e da nota fiscal eletrônica.

Já as vendas totais da companhia tiveram incremento de 18% no ano passado, em relação ao ano anterior.

O diretor da Mega, Walmir Scaravelli, destaca o crescimento em um momento de recessão mundial.

“Em períodos de crise econômica, alcançam o sucesso as empresas que tomam as decisões corretas”, destaca ele, salientando ações como a realização de investimentos ao longo de 2009, como a aquisição de 50% da Assist Software, especializada em soluções de Warehouse Management System (WMS) e Transport Management System (TMS).

A compra ampliou a atuação da Mega no mercado de logística com a oferta de um ERP focado no setor.

Já a construção civil se manteve, no ano passado, como um dos principais focos de negócio da empresa, por meio do sistema de gestão Mega Construção.

Para 2010, o objetivo da companhia - que chega aos 25 anos de mercado - é intensificar a atuação em setores chave, como logística e construção, além de explorar mercados como o de TRR (transportador, revendedor e retalhista de combustíveis), para o qual a Mega acaba de lançar o Mega Combustível.

A solução atende processos de comercialização, medição de tanques, legislação específica, atividades operacionais, qualidade e controle tributário do setor.

“Já mapeamos cerca de 1,4 mil clientes em potencial para esta oferta”, ressalta Scaravelli.