Tamanho da fonte: -A+A

A brasileira Mercado Eletrônico, empresa de e-procurement, entrou no relatório E-Procurement Market and Vendor Landscape, do Gartner, entre as 32 mais destacadas no mercado mundial.

Ela é a única companhia latino-americana a fazer parte da lista, que inclui empresas como a norte-americana Oracle e a alemã SAP – que juntas somaram US$ 43,7 bilhões de faturamento no ano passado.

“É muito importante pra nós estar no relatório pois acreditamos que isso demonstra a excelência dos nossos serviços e nos coloca entre os maiores players mundiais do setor”, comemora Nei Tremarin, gerente de Expansão e Novos Negócios do Mercado Eletrônico.

Ranking referência
O ranking do Gartner é utilizado como referência por empresas que buscam soluções em TI e Suprimentos, e reúne diversos critérios de avaliação.

Entre os parâmetros avaliados entram o tamanho da empresa, características inovadoras, propriedades do produto, capacidade de suporte e atualização, satisfação dos clientes e abrangência de atuação.

Segundo o relatório da consultoria, os clientes apontaram a agilidade e a disponibilidade da solução como pontos fortes da empresa.

E-Procurement
O E-Procurement é o termo usado para descrever o uso de métodos eletrônicos em cada estágio do processo da compra.

Nele, são identificados desde a solicitação até o pagamento, obtendo informações para gestão.

Fundado em 1994 pelo empresário Eduardo Nader, a Mercado Eletrônico é focada no segmento, possuindo em seu portfólio soluções que se integram aos sistemas de gestão das empresas que buscam ampliar a eficiência em compras.

No ano passado, a companhia encerrou o ano com um volume de R$ 40 bilhões em compras. O Brasil concentra 90% dos negócios da empresa, vindo o restante da Europa, segundo o Gartner.

Entre seus clientes estão Braskem, BASF, Grupo CCR, AES Eletropaulo, Saint-Gobain e Grupo Pão de Açúcar, Cielo, Oi, Vale.