O console Xbox 360 passará a exibir programas de televisão sob demanda.

A Microsoft, fabricante do videogame, já negocia parcerias com a HBO e com empresas de serviço como Comcast e Verizon. A iniciativa tenta posicionar o Xbox 360 como um aparelho multifuncional, para vídeos, músicas e TV.

Para ter acesso aos programas, porém, os usuários terão de contratar uma assinatura por cada canal.

Analistas ouvidos pela agência Associated Press acreditam que o serviço deve atrair apenas pessoas que já têm uma assinatura de TV a cabo e demonstram interesse em adquirir um segundo ponto na casa.

O formato lembra os planos de video on demand (VOD), que tem atraído outras empresas, como Netflix – que tem concentrado esforços nos streamings – e mesmo Google e Apple com seus projetos de TV.

No Brasil, grandes marcas da TV por assinatura, como NET e Sky, também têm ofertas no VOD. Portais de conteúdos na internet, como Saraiva e Terra, têm ofertas similares.

Em equipamentos, o mercado deverá chegar a US$ 591 milhões em 2016, segundo a empresa de pesquisas de mercado ABI Research.

Até o final do ano, diz a mesma empresa, os ganhos com TV paga, no mundo, chegarão a US$ 218 bilhões. O VOD responderá por mais de US$ 5,5 bilhões, com previsão de explosão na América Latina, segundo outra consultoria, a IMS Research, passando de 0,6% de share para 4,8%, até 2016.