A DeVry Brasil, formada pelas instituições de ensino Fanor, no Ceará, Ruy Barbosa e ÁREA1,  contratou a 2S Inovações Tecnológicas para implantar a solução na nuvem da Microsoft, o Business Productivity Online Standard Suite (BPOS).

Até março deste ano, seu gerenciamento de contas de usuários era descentralizado e funcionava em três diferentes sistemas.

De acordo com o gerente de TI da companhia, William Barbosa, com a nova solução, o gerenciamento de um dos ambientes locais deixou de existir, evitando problemas de armazenamento e disponibilidade.

“O desafio era desenvolver um planejamento que fosse além de centralizar o sistema de e-mails, pois o escopo do projeto envolvia os funcionários da área administrativa e os professores”, diz Barbosa.

A estratégia foi adotar o Microsoft Exchange Online, SharePoint Online, Office Live Meeting e Office Communications Online.

“Em pouco mais de 60 dias após a primeira reunião sobre o projeto, os serviços online da Microsoft foram implantados”, declara o executivo.

Com o projeto concluído, Barbosa conta que o plano da TI para um futuro breve é estabelecer um mix entre soluções locais e em nuvem, em paralelo à implementação de um datacenter para a unificação e centralização dos principais serviços corporativos das faculdades que fazem parte da DeVry Brasil.

As Faculdades do Grupo possuem cinco sites que compõem a rede, interligadas através de links de dados. São 95 servidores, entre máquinas reais e virtuais, alguns em Linux, outros em Windows.

Ao todo, a empresa tem 1.500 funcionários.

Principal oferta da MS focada no segmento de empresas com até 250 licenças, o BPOS inclui Exchange, SharePoint, Office e Live Meeting  por US$ 10 mensais. Na compra do pacote, o usuário tem um desconto de 40%.

Por separado, os softwares saem por US$ 5, US$ 5,25, US$ 4,5 e US$ 2.