A gaúchas BPM Soluções, Unimed Porto Alegre e Cryo Technologies ganharam a premiação ouro para América do Sul e Caribe no Global Awards for Excellence in BPM & Workflow 2010. O resultado foi divulgado nessa quinta-feira.

O case vencedor foi um projeto realizado para a Unimed Porto Alegre no ano passado.

Usando o software Orquestra BPM (da Cryo), implementado pela BPM Soluções, o projeto abordou a otimização da gestão dos contratos de venda e compra da cooperativa para clientes corporativos e fornecedores.

Segundo a Cryo, um dos resultados da implementação foi a redução no tempo da elaboração de contratos de fornecedores pela metade.

"Essa premiação prestigia há 17 anos os principais projetos de automação de processos de negócio de cada continente. É uma honra muito grande fazer parte de um grupo seleto de empresas vencedoras da medalha de Ouro", declarou Rafael Bortolini, diretor de projetos da Cryo.

A Cryo Technologies e o Orquestra BPM já haviam conquistado medalha de prata nessa premiação em 2005, com o case da Unisc, e em 2008, com o case do Inmetro Nacional.

O prêmio é concedido pela Workflow Management Coalition (WFMC), organização internacional cuja missão é promover e desenvolver o uso de Workflow e Business Process Management (BPM).

Uma das funções da WFMC é estabelecer padrões de terminologia e conectividade entre diferentes produtos da área. A WFMC tem cerca de 300 membros ao redor do mundo.

Fundada em 2009, a BPM Soluções trabalha com oferta de serviços e sistemas para automação e gestão de processos de negócio com o uso da abordagem de BPM (Business Process Management).

Além da Unimed Porto Alegre, a empresa atende a Secretaria da Fazenda estadual.

A Cryo, com sete anos de criação, tem empresas como Pizza Hut, Sicredi, Lebes, Artmed e Inmetro e CEEE na carteira de clientes. Em 2010, o faturamento da empresa fechará em R$ 1,2 milhão, com previsão de crescimento de 40% em 2011.