A Resource IT Solutions concluiu em quatro meses a implantação do SAP ECC na unidade de São Bernardo do Campo da Magna Seating, fabricante de componentes para bancos de carros pertencente à canadense Magna.

O ERP integrou todos os departamentos da unidade e, em dois anos, a meta é expandir a integração para as demais fábricas brasileiras da companhia, localizadas em Gravataí e São Joaquim de Bicas (Grande Belo Horizonte).

“A América Latina, especialmente o Brasil, são regiões estratégicas, nas quais viemos adquirindo empresas locais, como a argentina Pabsa e a brasileira Resil”, explica o VP executivo e responsável pela operação sul-americana da Magna Seating, Wilhelm Keller.

Esta expansão, segundo ele, exigiu a automatização dos processo, o que foi conseguido com o SAP.

Porém, conforme exigência da matriz canadense, a implantação de todos os módulos teria de ser concluída em tempo recorde: entre março e julho deste ano.

“O processo deveria acontecer em paralelo à construção da fábrica e a estruturação de todas as suas áreas, da recepção ao chão de fábrica, passando pelos departamentos financeiros, de vendas, logística e controladoria”, conta Wagner Castellani, gerente sênior de TI da Magna Seating.

Segundo ele, no projeto a Resource não apenas implantou o SAP durante a construção da fábrica, como também fez, simultaneamente, o treinamento de cerca de 200 novos colaboradores contratados para a unidade.

Destes, 40 trabalham diretamente com o SAP.

“Fechamos contrato com a Resource em março de 2011 e, em agosto, todos os módulos de gestão integrados já estavam no ar e atendendo a todas as áreas da fábrica de São Bernardo”, comemora o gerente de TI.

Além disso, ele ressalta que já está tudo preparado para que a operação brasileira seja interligada com a operação argentina até o final do ano.

No país vizinho, o sistema de gestão herdado da Papsa - uma fabricante local de bancos para automóveis, adquirida pela Magna Seating em dezembro de 2010 - será substituído pelo SAP.

“Este projeto de padronização também será conduzido pela Resource”, afirma Castellani.

Fundada em Toronto, a fabricante de autopeças Magna tem hoje 96 mil funcionários distribuídos em 358 pontos de presença em 26 países.

A companhia fornece produtos para 25 marcas, entre elas Mercedez Benz, Volkwagen, Renault e Ford.

Ao todo, as peças são usadas em 63 tipos diferentes de automóveis.

No Brasil, além da Magna Seating, que é dedicada a assentos, a corporação atua também com a Magna Closures, fábrica de maçanetas e vidros retrovisores, em Vinhedo-SP; e Magna Cosma, fábrica de eixos e carrocerias, em Jundiaí.

Já a Resource está no mercado desde 1991 e é especializada em consultoria, outsourcing, fábrica de software e alocação de profissionais para BI, Oracle Service Line, SOA, SAP e integração, entre outros.

A companhia tem sede em São Paulo e filiais em Alphaville, Americana, Campinas, Belo Horizonte, Itajaí e Miami.

Ao todo, a companhia emprega 2,5 mil colaboradores.

Em 2010, fechou com crescimento de 70%, com previsão de chegar a um faturamento de R$ 300 milhões em 2011.