Tamanho da fonte: -A+A

O Banco Toyota do Brasil, que opera com CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e outros produtos para a rede de Distribuidoras Toyota no Brasil, adotou assinatura digital em suas aprovações com o PNDE – Portal Nacional do Documento Eletrônico, solução SaaS da QualiSoft. 

 
A assinatura é usada para formalização de linhas de crédito atacado e, segundo Alexandre Moya, executivo da área de Crédito Atacado do Banco Toyota do Brasil, reduziu de 80 minutos para 20 minutos o tempo de cada aprovação nas concessionárias da marca e também nos clientes frotistas, que são atendidos diretamente. 
 
“Além disso, o risco operacional foi minimizado com a integração do sistema de alçadas do Banco ao PNDE”, destaca o executivo. “A integração e a implantação do processo levaram apenas 20 dias”, comemora.
 
Outro aspecto ressaltado por Moya é a mobilidade garantida pela assinatura digital dos documentos.
 
“Agora, os aprovadores, incluindo analistas, gerência e diretoria, podem assinar a aprovação remotamente, o que agiliza a formalização e implantação dos limites”, detalha o executivo. 
 
As assinaturas seguem padrão ICP- Brasil, e conforme Moya, deverão ter uso expandido para outras áreas e processos do banco e da empresa em breve. 
 
“A expansão já está em andamento”, comenta ele.
 
O Banco Toyota do Brasil opera desde 1999, ligado à Toyota Financial Services, subsidiária da Toyota Motor, fabricante de automóveis com atuação em mais de 30 países. 
 
A empresa, de origem japonesa, intensificou presença no Brasil a partir de 1998, com a inauguração da fábrica de Indaiatuba, interior de São Paulo, que deu início à produção nacional do veículo Corolla. 
 
Já a QualiSoft é especializada em sistemas para processamento de transações eletrônicas, com soluções para assinatura digital, automação de canais eletrônicos de atendimento, ferramentas para empresas de arrendamento mercantil (leasing) e infraestrutura transacional e de segurança.
 
Fundada em 1994, a companhia é criadora da procuração eletrônica e também fornece assinatura digital de contratos de câmbio segundo as normas do Banco Central, com uma solução lançada em 2004.