O principal desafio em longo prazo para adoção de serviços de cloud computing não é a segurança, mas sim a interoperabilidade e a portabilidade dos dados na nuvem, afirmam os especialistas no assunto do IEEE.

Para a associação de profissionais de tecnologia, a maior em número de associados, os provedores do serviço de computação na nuvem deveriam tranquilizar os seus clientes aperfeiçoando as ferramentas para garantir às empresas melhor controle sobre seus próprios dados e aplicações, oferecendo garantias de segurança.

Para superar esse desafio, padrões de indústria devem ser desenvolvidos para ajudar os provedores do serviço a projetar plataformas interoperáveis e permitir a portabilidade de dados.

O assunto será debatido durante o IEEE Cloud 2011, evento que ocorre entre os dias 4 e 9 de junho, em Washington, nos Estados Unidos.

“Para alcançar as economias de escala que farão com que o cloud computing seja um sucesso, plataformas comuns são necessárias de forma a garantir ao usuário uma fácil navegação entre aplicações e serviços”, explica  reforça Alexander Pasik, CIO do IEEE e um dos primeiros defensores da computação na nuvem.

De acordo com a IDC, a receita com os serviços públicos de Cloud Computing deve alcançar US$ 55,5 bilhões em 2014, em comparação com os US$ 16 bilhões de 2009.