Tamanho da fonte: -A+A

O Instituto Esperansap, iniciativa social de capacitação gratuita mantida pela SAP e pela associação de usuários Asug, terá novas academias gratuitas em Porto Alegre ao longo de 2012.
 
Os organizadores estão satisfeitos com a procura da primeira oferta da iniciativa, a academia SAP no módulo Finanças que iniciou na segunda-feira, 21, e vai até a sexta-feira, 16, de dezembro
 
Foram 438 candidatos para as 24 vagas disponíveis no curso, um intensivo de 160 horas ao final do qual os participantes podem fazer uma prova de certificação gratuita.
 
“É uma oportunidade ímpar, que justifica o esforço de estudar muito em pouco tempo”, avalia Sandra Heck, diretora de educação da Asug e gerente de TI do Grupo Artecola.

Sandra destaca que as formações respondem à pesquisas de demanda de mercado. “Provavelmente, o próximo módulo será o SD”, adianta.

O alvo do Esperansap são profissionais com baixa renda ou desempregados, para quem a academia pode fazer uma diferença de vida. Dos 144 alunos que participaram das oito turmas já oferecidas, até agora só em São Paulo, 85% estão empregados.
 
Para o ano que vêm, a iniciativa vai se espalhar mais. A meta da associação é realizar um total de 20 turmas, 10 delas em São Paulo e o restante em Porto Alegre, Recife e Belo Horizonte.
 
“Vamos criar um selo para os patrocinadores poderem divulgar que participam dessa iniciativa”, afirma Marcos Pasin, presidente do Esperansap e gerente de TI da TI da Bueno Netto Construções.
 
No mercado, um curso da SAP fica na média dos R$ 12 mil. As formações do Esperansap são financiadas por empresas que patrocinam os eventos da Asug. No caso de Porto Alegre, os patrocinadores foram Soluzzione, Meta IT, ITS, Tivit, HP, SAP e Finity.
 
São apoiadores a Faculdade de Informática da PUC-RS, que cedeu uma sala de aula equipada, e a consultoria Staff RH, que ajudará na seleção, e a Sucesu-RS.
 
Em nível nacional, a lista de apoiadores do Esperansap inclui também Engieneering, Bluetax, F-Lino e TDec.
 
A Esperansap foi reconhecida como uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP em abril, o que permite que os patrocinadores deduzam parte de suas doações do imposto de renda.