Pesquisa do IBGE divulgada nesta sexta-feira aponta um aumento no número de empresas que investem em inovação tecnológica no Brasil.

Segundo a Pesquisa de Inovação Tecnológica (Pintec), 38,6% das empresas realizaram inovações tecnológicas entre 2006 a 2008. A fatia representa um crescimento de 4,2 pontos percentuais sobre o levantamento anterior, feito entre 2003 e 2005.

O investimento total das empresas em atividades de inovação alcançou R$ 54,1 bilhões em 2008 - 2,85% do faturamento das empresas. Em 2005, esse percentual era de 2,80%.

Um dos setores com maior índice de inovação é o de serviços: 46,2%. Na indústria, a taxa de empresas inovadoras passou de 33,4%, em 2005, para 38,1%.

Para o IBGE, o destaque da pequisa entre 2006 e 2008, ficou por conta do uso da internet como fonte do processo inovativo.

Nos serviços selecionados (edição, telecomunicações e informática), ela foi utilizada por 78,7% das empresas, caracterizando-se como importante propulsor da inovação.

No setor industrial, o percentual foi menor (68,8%), porém é a primeira vez em todas as edições da pesquisa que essa fonte é apontada como a mais relevante.

Houve, ainda, crescimento do percentual de empresas inovadoras que utilizaram ao menos um instrumento de apoio governamental, passando de 18,8% entre 2003 e 2005 para 22,3% no período 2006-2008. Isso equivale a um total de 9,2 mil empresas, das quais 8,7 mil eram industriais.

Entre os principais obstáculos para ampliar as inovações, a falta de pessoal qualificado foi o mais listado pelas empresas.