Susana Kakuta, gestora executiva do Tecnosinos

O Tecnosinos anunciou a instalação de mais nove empresas no parque tecnológico localizado em São Leopoldo nesta terça-feira, 29. Os novos empreendimentos devem investir R$ 7 milhões na cidade e gerar 200 empregos.

A maior companhia do grupo é a americana Disys, cuja vinda já havia sido adiantada pelo Baguete Diário em maio. A multinacional deve contratar 20 pessoas no Tecnosinos até o final do ano e outras 100 em Porto Alegre. Os principais clientes gaúchos são Gerdau e Getnet.

Também integram a lista a Sawluz, focada em TI para setor automotivo e agronegócio e a e-ProjeTI, uma fusão da ProjeTI e da incubada e-Merit focada em gestão de ativos e em projetos de infraestrutura de rede. A Compuline Telecom se instala no parque para oferecer transmissão de dados.

Também foram anunciadas cinco novas incubadas: agência digital Kyoodai Studio Digital, a consultoria de ERP Peoplesoft e BI Kyron Consulting, a empresa de soluções de e-learning Learningware, Tecsistel, na área de automação e Skydrones, especializada em veículos aéreos não tripulados. A Kyron é comandada por Aliomar Oliveira, ex-CIO da Unisinos.

“Para cada R$ 1 investido no setor de TI, temos um retorno para a economia de R$ 1,65. Portanto, esses R$ 7 milhões que serão investidos no Tecnosinos, terão um impacto na economia de quase R$ 12 milhões”, comenta Susana Kakuta, gestora executiva do Tecnosinos.