Carolina dos Santos

A Unisinos dá início com vestibular no sábado, 27, a sua primeira operação de graduação em Porto Alegre.

A estratégia, que terá investimento de R$ 60 milhões até 2020, já larga com três cursos de TI: Segurança da Informação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos.

As graduações da área contam com 200 alunos inscritos para o processo seletivo e somam-se às demais formações superiores em Informática que a Unisinos já oferecia no tradicional campus de São Leopoldo - Sistemas de Informação,  Ciência da Computação e Engenharia da Computação, que já formaram 624 pessoas.

Contando com os egressos de cursos de pós-graduação, especialização, MBA e mestrado da universidade neste segmento, o número de egressos chega a 1 mil.

"É um mercado ávido por mão de obra qualificada. Investimos forte nesta área, até em função da necessidade que observamos em nosso pólo tecnológico, o Tecnosinos", conta Carolina Rosado dos Santos, gerente do Projeto Unisinos Porto Alegre.

Inicialmente, as operações da capital gaúcha funcionam em 15 salas de aula de um prédio já existente nas dependências do Colégio Anchieta, também pertencente ao grupo. Em 2011, a meta é chegar a 45 salas e, dentro de quatro anos, construir um novo edifício, com mais de 30 mil m2.

Além dos cursos de TI, a Unisinos também oferecerá outras cinco formações de terceiro grau na capital: Ciências Contábeis, Gestão de RH, Logística, Administração - Gestão para Inovação e Design de Produto.

Antes da inauguração das graduações, a instituição já oferecia MBAs e pós-graduações de TI fora de São Leopoldo. Com a nova operação, Carolina explica que a meta é não só formar mão de obra, mas formá-la rápida e focadamente.

"São cursos de dois anos, tecnólogos. Percebemos uma alta aceitação do mercado quanto a estas formações, que são mais ágeis, mais focadas. O mercado pede técnica e velocidade", finaliza a gerente.

EAD
Além da operação de graduação, a Unisinos também instalou em Porto Alegre um polo de educação a distância.

Localizado junto ao Instituto Facsul, no centro da cidade, a instituição irá oferecer as mesmas oito opções de curso da unidade presencial.

Além disso, as graduações à distância serão oferecidas, ainda nos novos polos instalados pela universidade em Caxias do Sul, Santa Maria e Joinville.

Redenção.cc
A Unisinos também investe na empatia com o público de Porto Alegre: a versão completa do projeto Redenção.cc foi publicada esta semana e, a partir de agora, os usuários poderão publicar conteúdo diretamente na plataforma, criada dentro da universidade leopoldense como um projeto-piloto de resgate histórico e cultural, além de fórum de discussão sobre lugares públicos.

Batizado de Wikiparque, o projeto objetiva criar um conjunto de ferramentas que pode ser utilizado para discutir a história, a realidade e o futuro de territórios específicos – nesse caso, do Parque da Redenção (ou Parque Farroupilha), um dos pontos turísticos mais tradicionais da capital gaúcha.

No site, 21 pontos do parque são mapeados geograficamente. O projeto conta com  fotos panorâmicas geradas para ilustrar cada um dos pontos, além de vídeos com sobrevoos em diferentes locais e integração com as redes sociais.

Com a versão completa, os internautas poderão colaborar com conteúdo, inserindo arquivos diretamente no site.