Tamanho da fonte: -A+A

O Clube Amostra Grátis vai lançar, até o final de julho, sua primeira loja em Curitiba.

Inaugurada há um mês no bairro Vila Madalena, em São Paulo, a lojasoma 11 mil cadastrados, 100 empresas e mais de 140 marcas participantes.

“Este número deve continuar crescendo conforme as empresas entendam a importância do ‘tryvertising’ para pesquisas de mercado”, explica o sócio do Clube Amostra Grátis Luiz Gaeta.

Além da capital paranaense, o Clube Amostra Grátis pretende alcançar outras cidades brasileiras ainda este ano, afirma o sócio.

Todos os produtos dispostos nas prateleiras do Clube são disponibilizados para serem testados. Ou seja, ao levar o produto para casa, a única exigência é responder as pesquisas pela internet para poder retirar os outros cinco produtos no mês seguinte.

Modelo de negócios
Em junho, São Paulo também recebeu a Sample Central, outra loja de produtos grátis. Cada cliente paga R$ 15 e fica encarregado de opinar sobre o produto em um formulário online. O investimento inicial no projeto foi de R$ 4 milhões e a previsão é faturar R$ 7 milhões nos primeiros 12 meses.

"A empresa paga para colocar o produto na loja e pelo resultado da pesquisa. A receita vem daí", afirmou o publicitário João Pedro Borges, um dos sócios da franquia, à publicação. O pacote que inclui a exposição e a pesquisa pode custar até R$ 13 mil.