Nesta segunda, 23, o relatório Focus aponta que o término do período de aperto monetário refletiu na redução das previsões para inflação e Selic deste ano.

O prognóstico para a Selic no final do ano caiu para 10,75%, ante projeção de 11%. Além disso, a estimativa para a alta do IPCA recuou 5,10%

A meta de inflação dos dois anos é de 4,50% e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

A previsão para o crescimento econômico deste ano aumentou ligeiramente, para 7,10%, ante projeção de 7,09% na semana passada.

A expectativa para o ano que vem segue em expansão de 4,5%, segundo informações da Reuters.

O prognóstico para o câmbio permaneceu em R$1,80 neste ano e em R$1,85 em 2011.