O Sistema Educacional Brasileiro vendeu para a Pearson seu sistema educacional e outros ativos em uma operação de R$ 613,3 milhões.

Uma das conseqüências do negócio é a criação de uma empresa de sistemas de TI para educação com meta de faturamento de R$ 160 milhões em 2010. O crescimento nos últimos ano fica na média de 20%.

Segundo informações publicadas pela Reuters, os sistemas de ensino incluem apoio e treinamento de professores, impressão e materiais digitais e serviços de tecnologia.

A nova empresa já tem um contrato de sete anos fechado com as marcas COC, Pueri Domus e Dom Bosco, antes pertencentes ao SEB e também compradas pela multinacional inglesa.

A Pearson estima que o mercado de material educacional do Brasil seja avaliado em US$ 2 bilhões. Os demais desdobramentos do negócio podem ser conferidos na matéria da Reuters, relacionada abaixo.