A Gerdau confirmou a captação de recursos divulgada nessa segunda-feira, 21, pelo jornal Valor Econômico, e revelou o número de ações que permite calcular o valor de fato da operação: R$ 5 bilhões.

O Valor divulgara R$ 2 bilhões.

Segundo a agência Reuters, serão até 68.026.910 ações ordinárias (ON, com direito a voto) e 203.830.100 ações preferenciais (PN, sem direito a voto), incluindo preferenciais na forma de ações depositárias americanas (ADSs).

Uma oferta primária (que consiste na emissão de novas ações) e secundária (papéis dos acionistas) serão realizadas.

Considerando o fechamento de ontem (R$ 16,02 a ON e R$ 20,25 a PN), a oferta de ações pode somar R$ 5,2 bilhões, incluindo a oferta secundária.

O objetivo é levantar recursos para o programa de investimentos e reforçar sua estrutura de capital.

A oferta deverá ser lançada no dia 23 de março de 2011 ou em uma data próxima. Segundo comunicado da companhia, a operação também incluirá uma oferta secundária de ações preferenciais da companhia detidas pela Metalúrgica Gerdau e Gerdau BG Participações.

Só a oferta primária, que será registrada também nos Estados Unidos, deve movimentar entre R$ 3,8 bilhões e R$ 4,2 bilhões, segundo a empresa. A empresa disse, porém, que a emissão ainda depende de aprovação do conselho de administração.

O plano de investimentos da companhia está orçado em R$ 10,8 bilhões entre 2011 e 2015, com recursos sendo destinados para operações no Brasil, América do Norte, América Latina e na área de aços especiais.

A Gerdau encerrou 2010 com R$ 2,2 bilhões em caixa, ante saldo de R$ 4,82 bilhões em 2009 e uma dívida líquida ao final do ano passado de R$ 12,5 bilhões.

Leia a matéria completa da agência Reuters nos links relacionados abaixo.