A Anhanguera Educacional ampliou sua receita líquida em 38,3% no ano passado em comparação com 2008, atingindo R$ 904,5 milhões.

A margem de lucro bruto aumentou 1,5 ponto percentual, ficando em 42% e totalizando R$ 379,9 milhões.

No quarto trimestre de 2009, a alta de faturamento foi de 9,6% totalizando R$ 210,3 milhões. O Número médio de alunos atingiu 251,1 mil no 4T09, aumento de 14,9%.

Rio Grande do foco
O Rio Grande do Sul é um dos alvos do Anhanguera. Em julho de 2009, foi anunciada a construção de três unidades no Rio Grande do Sul até 2012, em Porto Alegre, Gravataí e Novo Hamburgo, com investimento total de R$ 24 milhões.

Rumores chegaram a indicar uma compra do UniRitter, que acabou não se concretizando. Em 2007, o Anhanguera já havia levado Faculdade Atlântico Sul e Planalto, localizadas em Rio Grande, Pelotas e Passo Fundo por R$ 27 milhões.

Apesar de terem causado rebuliço na área acadêmica gaúcha, tratam-se de negócios pequenos na escala do Anhanguera. A fusão com a Rede de Ensino LFG, fechada no começo de outubro de 2008, envolveu um valor total de R$ 180 milhões.

A Anhanguera Educacional obteve um aumento da receita líquida de 170,9% no terceiro trimestre de 2008, comparado com o mesmo período do ano passado, atingindo R$ 169 milhões.