A CaixaRS deverá apostar num novo modelo de financiamento.

Em vez de simplesmente autorizar repasses para empresas, o banco deve passar a ser investidor direto, comprando parte das companhias que financia.

Segundo o Jornal do Comércio dessa terça-feira, 22, dois caminhos, estão definidos para implementar o plano: a operação por meio de fundos de investimento e a injeção do lucro anual da instituição na aquisição de participação em empresas de setores emergentes.

O valor no formato de aporte é estimado em R$ 50 milhões para 2011.

Uma terceira via poderá vir pela destinação de crédito a fundo perdido a empreendimentos em inovação.

Leia a matéria do Jornal do Comércio nos links relacionados abaixo.