Tamanho da fonte: -A+A

A Gol está emitindo manualmente os bilhetes para os voos decolando no aeroporto paulista de Congonhas nesta terça-feira, 19.

Um balanço divulgado pela Infraero mostra que, da meia-noite até o meio-dia, 34,4% de todas as decolagens da Gol no Brasil não saíram no horário, totalizando 130 voos atrasados. No mesmo período, a TAM tinha 20 voos fora do horário.

Embora nem todos os atrasos tenham relação direta com a pane no sistema de passagens, é possível observar uma grande concentração de problemas no aeroporto de Congonhas, onde 46,8% dos voos programados não decolaram no horário previsto.

Não é a primeira vez que a Gol se mete em apuros devido aos seus sistemas.

Em agosto de 2010, a empresa atravessou uma onda de cancelamento e atrasos em voos que durou alguns dias.

Na ocasião, a empresa se justificou à Anac atribuindo os problemas a uma falha no upgrade do software para planejamento de escala da tripulação Crew Link, da Lufthansa Systems.
 
A aquisição do Crew Link foi divulgada pela Lufthansa Systems em julho de 2008.