A arrecadação federal somou R$ 90,247 bilhões em julho, o melhor resultado para o mês.

O número foi divulgado, na tarde dessa quinta-feira, 18, pela Receita Federal.

Segundo a Exame.com, essa foi a terceira maior arrecadação mensal da história, perdendo apenas para dezembro do ano passado e janeiro deste ano.

No acumulado de 2011, a arrecadação atingiu R$ 562,3 bilhões, com alta de 13,98%, descontada a inflação pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Na comparação com julho do ano passado, o crescimento foi 21,31%, também levando em conta o IPCA.

De acordo com a Receita Federal, o crescimento da economia em 2011 contribuiu para a subida da arrecadação, por causa do aumento da massa salarial, da produção, das vendas e da lucratividade das empresas.

No entanto, o início do pagamento das parcelas da renegociação especial de dívidas com a União e o recolhimento de R$ 5,8 bilhões da CSLL por empresa que parou de questionar o pagamento na Justiça.

Outros fatores que impulsionaram a arrecadação em julho, segundo a Receita Federal, foram o recolhimento do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e da CSLL das empresas, que têm de pagar os tributos a cada três meses.