Toda a diretoria da Associação dos Jovens Empresários de Porto Alegre (AJE-POA) renunciou nessa quinta-feira, 15, informa o jornal Zero Hora.

Os motivos da renúncia são a crise financeira e administrativa na entidade.

Decidida há um mês pelo conselho consultivo da Federação das Associações de Jovens Empreendedores do Estado (Fajers), a intervenção foi aplicada nesta semana, com a posse interina de Lúcio Padro Nunes, presidente da Fajers, à frente da entidade na capital.

Entre os problemas que a entidade enfrentou estava a evasão de sócios, que passou de 300 para 50, dos quais apenas 35 eram regulares nas contribuições.

Além disso, a instituição gaúcha estava em dívida com a Fajers, ao ponto de não ter condições de pagar o aluguel de sua sala no Centro Tecnológico da PUCRS, nem o salário dos funcionários.

Uma nova eleição para a diretoria deve ser realizada até 31 de dezembro.

Segundo o site da Age Comunicação, na reunião que decidiu pela destituição da diretoria, realizada na terça-feira, estavam presentes representantes da União dos Empreendedores do Rio Grande do Sul (UERS), Junior Chamber International (JCI), Federação das Associações das AJEs (Fajers), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Jovem) e a Associação dos Jovens Empresários de Santa Maria (AJE-SM).

A  Associação dos Jovens Empresários atua há 25 anos em Porto Alegre.