A Assespro Nacional e  ABTelecom divulgaram uma nota alertando para a possibilidade de um “apagão tecnológico” na Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016.

As entidades destacam a necessidade de mostrar uma estrutura de TI para atender a demanda por  mobilidade dos turistas e da transmissão dos eventos.

“Ao longo de 2011 teremos que concretizar as ações para garantir a participação das empresas brasileiras nos projetos que se destinarão aos grandes eventos internacionais”, afirma Luís Mário Luchetta, presidente da Assespro Nacional.

Luchetta destaca a importância do setor atuar em “em sintonia, fazendo valer sua força e união para cobrar atitudes dos poderes, principalmente o Executivo, e fazer gestões para que os comitês organizadores façam o melhor uso possível da TIC”.

Roberto Aroso, presidente da ABTelecom, diz que a entidade já está se movimentando e destaca que  a ABTelecom “está promovendo a implantação piloto de um Sistema ITS aplicado ao transporte na cidade do Rio de Janeiro”.

É um piloto sem custo para o município. A ideia da entidade é desenvolver todos os aplicativos com pessoal local a partir de uma plataforma básica já testada. O primeiro teste seria já em 2011, durante os Jogos Mundiais Militares.