Tamanho da fonte: -A+A

O americano David Shpilberg, vice presidente e fundador da CPM Braxis Capgemini, foi listado como o primeiro da lista Top 50 Power Ranking of Most Influential Outsourcing Executives for 2011, foi elaborada pela publicação internacional Nearshore Americas.

 
Em seu site, a Nearshore destaca a participação de Shpilberg na engenharia do negócio que resultou na compra de 55% da CPM Braxis pela multinacional francesa Capgemini em setembro de 2010, por R$ 517 milhões.
 
Também aparecem na lista o presidente da Stefanini, Marco Stefanini (7º); o CEO da Ci&T, Cesar Gon (18º) e o CEO BRQ IT Service, Benjamin Quadros (38º).
 
Quadros é a novidade do levantamento, que na sua última edição já havia listado Stefanini. Gon e Shpilberg.
 
O número de brasileiros no total caiu pela metade, uma vez que o levantamento de 2010 havia indicado também Antonio Gil, presidente da Brasscom, Cassio Dreyfuss, vice presidente do Gartner Research, Fernando Estrazulas, presidente da Wipro no Brasil eAntonio Moreira, CEO da Stefanini North America.
 
Dilma
Uma curiosidade é a presença da presidente Dilma Rousseff, única chefe de estado citada no ranking, que destaca o compromisso de Dilma com “investir em pesquisa e inovação para melhorar a competitividade das empresas brasileiras”.
 
Como funciona
A Lista Top 50 Power representa 16 países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Costa Rica, República Dominicana, Honduras, Guatemala, Estados Unidos, Canadá, El Salvador, Nicarágua, Cuba, Barbados e Jamaica.
 
O ranking foi baseado em um processo de análise de quatro meses realizado pela equipe editorial da Nearshore Americas, após ter recebido centenas de nomeações no ano passado. 
 
Os critérios que contribuíram para a escolha dos executivos foram: impacto pessoal no crescimento e na visibilidade do outsourcing nas Américas; histórico de conquistas corporativas ou governamentais; dedicação em elevar os padrões da indústria e iniciativas como líder do setor.