A Caixa RS recebeu o aval do governo federal e terá R$ 3 bilhões de ativos a partir de julho de 2008, um aumento de 150% em relação ao valor atual, R$ 1,2 bilhão. Conforme a presidente da organização, Susana Kakuta, a instituição obteve crescimento de 40% em negócios em 2007, alavancado especialmente por iniciativas nas áreas de TI, armazenagem e energia.

Suzana foi a palestrante da reunião-almoço Ta Na Mesa, da Federasul, nesta quarta-feira, 05. A presidente também destacou que a atuação da Caixa RS foca três eixos: inserção de setores portadores de futuro na matriz produtiva do RS, como TI e biotecnologia; modernização de setores tradicionais e reestruturação de economias regionais.